ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Juíza acolhe pedido do MP e bloqueia bens de ex-prefeito de Luziânia

29/07/2013 - 14h31 - Patrimônio público

Juíza acolhe pedido do MP e bloqueia bens de ex-prefeito de Luziânia

Sede das Promotorias de Justiça de Luziânia
Sede das Promotorias de Justiça de Luziânia
Acolhendo pedido liminar requerido pelo promotor de Justiça Julimar Alexandro da Silva, a juíza Soraya Fagury Brito determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito de Luziânia Célio Antônio da Silveira e atual presidente da Agência Goiana de Esportes e Lazer (Agel), até julgamento final de ação que questiona a contratação, pelo município, de servidores sem concurso público entre outras irregularidades. A ação aponta que, em 2007, o Ministério Público apurou que havia uma defasagem do plano de cargos e salários do município, o que levou à promulgação a Lei nº 3.293/2009. Contudo, além desta situação, foi constatada a contratação de servidores sem a necessária realização de concurso público e o pagamento cumulativo a servidores da prefeitura de gratificação de representação de gabinete e por exercício de encargo, chefia, assessoramento, secretaria e inspeção.

O Ministério Público constatou ainda que inúmeros profissionais foram admitidos por meros contratos e sem qualquer critério objetivo de escolha. Assim, foi recomendado ao então prefeito que interrompesse o pagamento cumulativo das gratificações. No entanto, a norma foi burlada com a aprovação da Lei nº 3.111/2007.

Na decisão, a magistrada destaca que o o bloqueio de vens visa garantir a futura recomposição do patrimônio público lesado, bem como a execução de eventual sanção pecuniária a ser imposta e qualquer outro encargo financeiro decorrente da condenação. Após a determinação, a juíza decretou o sigilo do processo em razão da documentação juntada aos autos.

A decisão determinou que se oficie o Cartório de Registro de Imóveis para que informe a existência de eventuais bens registrado em nome do ex-prefeito e bloqueie eventuais transferências e também o Banco Central, para que determine a todos os bancos que informem se o réu é titular de contas bancárias ou aplicações de qualquer espécie e bloqueie as contas. O bloqueio das alienações de veículos registrados no Detran e também o fornecimento da declaração de bens e rendimentos dos últimos dois anos de Célio Silveira, pela Secretaria da Receita Federal, também foram ordenados judicialmente. (Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

STF JULGA PROCEDENTE APOSENTADORIA AO POLICIAL MILITAR

STF JULGA PROCEDENTE APOSENTADORIA AO POLICIAL MILITAR

29 de julho de 2013 às 17:28
APOSENTADORIA ESPECIAL – Supremo Tribunal Federal – STF conclui que Policial Militar faz jus ao direito constitucionalmente garantido no § 4º., do Artigo 40, da Constituição Federal de 1988.

Dr. Jeferson Camillo
Em recente decisão proferida no julgamento do Agravo em Recurso Extraordinário nº. 710.918, o Ministro Celso de Mello, do STF – Supremo Tribunal Federal,decidiu que o autor do recurso, “policial militar”, é possuidor do direito à“aposentadoria especial” nos moldes da Lei nº 8.213/91, vez que não pode o servidor submetido a ambientes insalubres e perigosos, sofrer restrição de direitos em razão da inércia do Estado ou qualquer outro sofisma que se venha alegar.
Sintetizando, concluiu o Eminente Ministro Celso de Mello que o direito do autor da ação, “policial militar”, é evidente, e deve ser declarado pelo Poder Judiciário, dada a omissão e negativa da Administração em reconhecer e regulamentar tal direito. Reconheceu, portanto, nos termos do entendimento contido no Mandado de Injunção nº. 721 do STF, a ofensa à Constituição Federal, conforme decisão que segue na íntegra:
S T F - SECRETARIA JUDICIÁRIARECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO nº. 710.918 (1210)RELATOR: MIN. CELSO DE MELLO
DECISÃO: A controvérsia jurídica objeto deste processo já foi dirimida pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal, que, ao julgar o MI 721/DF, Rel. Min. MARCO AURÉLIO (cf. RTJ 203/11), fixou entendimento consubstanciado em acórdão assim ementado: “MANDADO DE INJUNÇÃO – NATUREZA. Conforme disposto no inciso LXXI, do Artigo 5º da Constituição Federal, conceder-se-á Mandado de Injunção quando necessário ao exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania. Há ação mandamental e não simplesmente declaratória de omissão. A carga de declaração não é objeto da impetração, mas premissa da ordem a ser formalizada.
MANDADO DE INJUNÇÃO – DECISÃO – BALIZAS. Tratando-se de processo subjetivo, a decisão possui eficácia considerada a relação jurídica nele revelada.
APOSENTADORIA – TRABALHO EM CONDIÇÕES ESPECIAIS – PREJUÍZO À SAÚDE DO SERVIDOR – INEXISTÊNCIA DE LEI COMPLEMENTAR – ARTIGO 40, § 4º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. Inexistente a disciplina específica da Aposentadoria Especial do servidor, impõe-se a adoção, via pronunciamento judicial, daquela própria aos trabalhadores em geral – Artigo 57,  § 1º, da Lei nº. 8.213/91.
Cumpre ressaltar, por necessário, que essa orientação plenária vem sendo observada em decisões, que, proferidas no âmbito desta Corte, versaram questão idêntica à que ora se examina nesta sede recursal (cf. RE 238.591-AgR/DF, Rel. Min. ELLEN GRACIE – RE 443.791/SP, Rel. Min. MARCO AURÉLIO – RE 505.536/DF, Rel. Min. DIAS TOFFOLI, v.g.).
O exame da presente causa evidencia que o acórdão impugnado em sede Recursal Extraordinária diverge da diretriz jurisprudencial que esta Suprema Corte firmou na análise da matéria em referência.  Sendo assim, e tendo em consideração as razões expostas, conheço do presente agravo, para dar parcial provimento ao Recurso Extraordinário a que ele se refere, em ordem a determinar sejam observados os estritos limites fixados no julgamento plenário do MI nº. 721/DF, invertidos, neste específico ponto, os ônus da sucumbência. Publique-se.
Brasília, 26 de setembro de 2012.
Ministro CELSO DE MELLO – Relator
Fonte:  STF - Supremo Tribunal Federal

QUEM ENCONTRA PAULO ROSA NAS RUAS DO ENTORNO DE BRASILIA NÃO PERCEBE QUE ESSA PESSOA HUMILDE É UM GRANDE ARTISTA .



QUEM ENCONTRA PAULO ROSA NAS RUAS DO ENTORNO DE BRASILIA NÃO PERCEBE QUE ESSA PESSOA HUMILDE É UM GRANDE ARTISTA .
TIVE A HONRA DE PODER  CONHECER ESSE GRANDE  ÍCONE DA MUSICA  NAS ANDANÇAS PELOS ESTÚDIOS E WORKSHOWS   NOS GRAMOUR DAS FESTIVIDADES E LANÇAMENTOS DA MUSICA VERSÁTIL  DO DF.   
PARABÉNS NOBRE AMIGO INSTRUMENTISTA  GRANDE MUSICO E POETA   VALE A PENA  ASSISTIR O TRABALHO DE  PAULO ROSA "PAULINHO "   QUE DEUS CONTINUE LHE DANDO INSPIRAÇÃO E SUCESSO NESSA TRAJETÓRIA  QUE É  UMA MISSÃO  DE LEVAR ALEGRIA E  PAZ ATRAVÉS DA BOA MUSICA...

http://sgtaciolly.blogspot.com.br/


COMUNICADO PAGAMENTO Segundo a Secretaria de Fazenda do Estado de Goiás o pagamento será liberado amanhã dia 30 de Julho de 2013, e estará na conta disponível para saque na quarta-feira dia 31 de Julho de 2013. COMUNICADO PAGAMENTO Segundo a Secretaria de Fazenda do Estado de Goiás o pagamento será liberado amanhã dia 30 de Julho de 2013, e estará na conta disponível para saque na quarta-feira dia 31 de Julho de 2013.

COMUNICADO PAGAMENTO
Segundo a Secretaria de Fazenda do Estado de Goiás o pagamento será liberado amanhã dia 30 de Julho de 2013, e estará na conta disponível para saque na quarta-feira dia 31 de Julho de 2013.

Cmt Parabéns pelas conquistas frente a Gloriosa PMGO ...Gostaria que Vs. olhasse com carinho aos praças especialistas pois não fazemos parte da tão comemorada mega promoção! Caso Vs. se digne em revisar as contemplações das vagas além de estar fazendo um ato de justiça , estará também também por outro lado trazendo o devido reconhecimento e incentivo principalmente à aqueles que estão prestes a ir para a reserva!

Cmt Parabéns pelas conquistas frente a Gloriosa PMGO ...Gostaria que Vs. olhasse com carinho aos praças especialistas pois  não fazemos parte da tão comemorada mega promoção!  Caso Vs.  se digne em revisar as contemplações das vagas além de estar fazendo um ato de justiça , estará também também por outro lado trazendo o devido reconhecimento e incentivo principalmente à aqueles que estão prestes  a ir para a reserva!

CARTA AO SR CORONEL SÍLVIO DE Regina Maria Sr. Comandante, sou esposa de policial militar, e venho através desta, com o devido respeito e acatamento parabenizar a Polícia Militar pelos seus cento e cinquenta e cinco anos

CARTA AO SR CORONEL SÍLVIO DE Regina Maria
Sr. Comandante, sou esposa de policial militar, e venho através desta, com o devido respeito e acatamento parabenizar a Polícia Militar pelos seus cento e cinquenta e cinco anos de existência, contudo Ilustre Comandante vejo que não temos muito a comemorar, principalmente no caso dos familiares de cerca de 65 (sessenta e cinco) policiais militares (Subtenentes e Primeiros Sargentos) que antes de tudo são pais de família. Comandante sempre fui uma admiradora do seu trabalho, sei que o senhor é uma pessoa séria digna e muito honesta, Comandante no dia 16/04/2013 aconteceu uma reunião no Auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico, onde estavam presentes nessa reunião o Deputado Estadual Túlio Isaac, Coronel Juraí, Coronel Sérgio Mendes, Coronel Adailton, nessa reunião o Sr. Governador do Estado Marconi Perillo, prometeu e firmou compromisso aos presentes, de que havia autorizado, que o Senhor Comandante, fizesse a convocação do policiais militares que se encontravam classificados na condição de excedentes aguardando chamamento para o CHOA/2013 - Curso de Habilitação de Oficiais Auxiliares. Comandante os familiares desses valorosos guerreiros confiaram nas palavras do Excelentíssimo Sr. Governador do Estado, e acreditaram que realmente isso fosse ocorrer, os familiares desses "praças" Comandante compartilharam suas felicidades, contudo Sr. Comandante, logo veio a frustração ao percebermos que o compromisso feito pelo Exmo. Sr. Governador do Estado na presença de várias autoridades da Corporação, não iria ser cumprido, Sr. Comandante sei que o Senhor entrará para a história da Corporação como o primeiro Comandante que teve a origem e orgulho de ser filho de um "praça", Comandante esses profissionais são em sua maioria policiais com mais de 20 (vinte) anos de serviço, e querem Sr. Comandante contribuírem ainda mais para exaltar o bom nome da Policia Militar junto a sociedade goiana. Sr. Comandante é sabido que a Corporação sofre com o desgaste de efetivo, e que existem vagas disponíveis para 2* Tenentes no Quadro de Oficiais Auxiliares. Comandante acredito que as pessoas que partiram dessa vida estão de alguma maneira presentes e ligados a nossas vidas, por isso Sr. Comandante peço em nome de vosso estimado pai (Sargento Nader) que foi um exemplo de praça, para que não cometa essa injustiça, e corrija em tempo, um ato que pode vir a trazer prejuízos irreparáveis na vida e na carreira de alguns valorosos e guerreiros policiais militares e de seus familiares. Comandante só o Senhor pode corrigir essa injustiça, quem lhe faz esse pedido é uma esposa de um policial militar, que acredita no Comandante de sua Corporação e sabe que ele não vai cometer essa injustiça..


domingo, 28 de julho de 2013

PATRIOTAS VEJAM A Desconhecida Introdução Do Hino Nacional Brasileiro

Polícia apreende pistola calibre 45 com dois homens acusados de oito homicídios

Polícia apreende pistola calibre 45 com dois homens acusados de oito homicídios

Dupla tentou fugir após furar barreira policial na DF-451
                                                                                                                 '                                                                                                                                                                                                                     .      .                                                        
Do R7, com informações da PMDF
Suspeito tentou se livrar da arma jogando bolsa em matagalPMDF
Policiais do TOR (Tático Operacional Rodoviário) prendeu na madrugada de deste sábado (27) dois homens acusados de homicídio. Com eles, os policiais encontraram uma pistola calibre 45 de uso restrito.   
A prisão aconteceu quando os policiais faziam uma blitz na DF – 451 no Km 04. Os policiais deram ordem de parada a um VW/Golf. O motorista sinalizou que iria obedece, mas acelerou e fugiu em alta velocidade. Houve perseguição até a polícia interceptar o veículo dois quilômetros depois.  
Dentro do veículo estavam três mulheres e dois homens. Um deles que saiu pela porta traseira direita arremessou uma bolsa feminina em um matagal próximo. Após a busca, a polícia encontrou a pistola com oito munições.   

Na delegacia os policiais descobriram que um dos homens responde a cinco homicídios e o outro por três, dentre outros delitos. A dupla foi presa e um deles responderá por porte ilegal de arma de fogo.  

Secretário de Segurança Pública elogia ação da polícia durante manifestação em Brasília

Secretário de Segurança Pública elogia ação da polícia durante manifestação em Brasília

Sandro Avelar diz que a PM brilhou, pois até ajudou a combater incêndio na Esplanada

Do R7, com Agência Brasília
O desempenho das forças de Segurança Pública do DF, durante a manifestação desta quinta-feira (20) em Brasília,  foi elogiado pelo secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar, no balanço das ações feita na madrugada desta sexta-feira (21).

— Tivemos um saldo extremamente positivo. A PM fez um trabalho referência e modelo nacional, porque conseguiu impedir invasões em locais símbolos do País e da democracia, e mais uma vez, com equilíbrio e comedimento, evitou danos no patrimônio público e ferir os manifestantes.

O secretário ressaltou o papel dos oficiais da Polícia Militar ao proteger o Palácio do Itamaraty, sob ataque de vândalos e cuja atribuição para proteger era dos Fuzileiros Navais:
— Esse foi mais um momento que a PM brilhou, pois ajudou a conter o incêndio.

Nas manifestações, que começaram na tarde de quinta e se estenderam até a madrugada de sexta-feira, três pessoas foram presas, segundo o balanço preliminar da PMDF - dois deles por tentarem invadir o Itamaraty, e um por atirar pedras nos policiais. Segundo o comandante-geral da corporação, Jooziel de Melo Freire, "a Polícia Militar recebeu pedradas, pauladas e ferros, utilizados contra um efetivo ordinário, mas se manteve firme e não participou do confronto, para o minimizarmos até o último momento”.

Ainda segundo o comandante da PMDF, balas de borracha não foram utilizadas pela corporação, somente spray de pimenta e bombas de efeito moral, com um efetivo de 3,5 mil policiais durante a manifestação – o Batalhão de Choque da Polícia Militar não estava presente.

Ao final da coletiva de imprensa, Sandro Avelar elogiou os motivos para realizar a manifestação em Brasília, mas não descartou a possibilidade de ter grupos dentro dos movimentos com a intenção de desvirtuar a ação popular.

— É lamentável ter uma minúscula minoria que prática esses atos de violência. Mas vamos apurar e identificar os autores que criam essa instabilidade em um movimento que é democrático.

Assista ao vídeo:

fonte r7 DF

Cabo Anastácio recebe voz de prisão, depois de ser xingado por superior hierárquico

Cabo Anastácio recebe voz de prisão, depois de ser xingado por superior hierárquico


Cabo Anastácio, um dos lutadores pela PEC 300 e pela categoria policial militar é desrespeitado e preso.





Como todos sabem, falar em política, falar em direitos dentro do militarismo, para quem não tem um mandato, é no mínimo arriscado. Venho sofrendo assédio moral, que pode ser comprovado por vários procedimentos recorrentes, muitos sendo apensados (juntados), inclusive para "fundamentar" a minha exclusão. Na data de 26/07/13, recebi uma guarnição para me notificar. O militar desceu, me cumprimentou e me perguntou se eu iria assinar. Disse que não, conforme direito constitucional, me reservava. Ele ligou para alguém, em tom irônico e disse que eu estava estressado, (de fato estou licenciado por problemas psiquiátricos). Em seguida, enquanto eu conversava com um vizinho, ele surtou e começou a gritar dizendo, com o dedo apontado contra o meu rosto: -"se comporte como homem! Não como moleque!" - Imediatamente respondi questionando: - Quem é o senhor para vir na porta da minha casa me xingar?. Me virei, até porque estava livre, e já tinha me negado a assinar o documento, e subi para o meu apartamento. Passados 10 minutos várias viaturas começaram a chegar na porta da minha residência, e inúmeras vezes o interfone foi tocado, pedindo para que eu descesse. Eu fui a janela e um oficial em tom firme, porém educado, me comunicou a voz de prisão, alegando que eu havia desrespeitado um militar. Disse a ela que eu não desrespeitei, e sim fui xingado por ele. Ela me disse que ele tinha testemunhas, e eu disse que também tinha, para comprovar o contrário. A partir daí ela foi taxativa ao dizer: "se você não descer agora, estará como foragido da PM". Disse a ela que iria me apresentar com o meu advogado e ela foi embora, junto com as demais viaturas! Resumindo, fui provocado, xingado na porta da minha casa, na frente dos meus vizinhos e parentes, e ainda me deram o recado de que eu estaria preso! Na justiça terei oportunidade de esclarecer os fatos. Nesse momento estou foragido e na semana que entra me apresentarei acompanhado de meu advogado. Esse é o preço de se ter um blog, de se inteirar dos movimentos sociais, de querer ser cidadão como outro qualquer. Estou marcado! Orem por mim! Obrigado à todos, e respeito os que me respeitam, sempre será assim, minha mãe me ensinou, quando eu tinha uns 5 anos...por aí...

Texto do próprio Anastácio
http://www.pec300.com/2013/07/cabo-anastacio-recebe-voz-de-prisao.html#more

Policiais apreende caminhão com 450 caixas de cigarro paraguaio

Policiais apreende caminhão com 450 caixas de cigarro paraguaioA mercadoria é considerada contrabando, uma vez que a comercialização do produto é proibida no Brasil



Durante uma fiscalização de rotina na noite de domingo (28/7), agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam um caminhão com cerca de 450 caixas de cigarro paraguaio na BR 060. Apesar dos cigarros não serem falsificados, a mercadoria é considerada contrabando, uma vez que a comercialização do produto é proibida no Brasil. Gustavo Mendes, agente da PRF, detalha que foram encontrados mais de 180 mil maços ilegais. 



De acordo com Mendes, as caixas estavam no fundo do caminhão, que transportava muídos de carne de porco para feijoada. "Na nota fiscal constava que o caminhão carregava carne, mas notamos algumas caixas diferentes no fundo e pedimos para o motorista abrir", completa. O motorista do veículo afirmou não ter conhecimento de que carregava mercadoria contrabandeada. 

O caminhão, que saiu de Londrina (Paraná), seguiria até Fortaleza (Ceará). Ainda de acordo com o policial, a parte de trás do veículo estava fechada com um cadeado. "Pode ser que ele (o motorista) realmente tenha pego o caminhão lacrado e não tivesse conhecimento da origem do produto", ponderou o agente.A carga ilegal será encaminhada à Polícia Federal, que dará continuidade às investigações.

A pedra no sapato e o grande medo do povo reagir diante as declarações do Joaquim Barbosa.

Copom Uruana SUPOSTO LADRÃO DE URUCERES

SUPOSTO LADRÃO DE URUCERES

No dia 27/07/2013 (sábado), por volta de 15h, no distrito de Uruceres, município de Uruana/GO, DIEGO CARDOSO DA SILVA (25 anos, nat.: Rio Maria/PA) invadiu um domicílio no citado Distrito. Ao ser flagrado pela proprietária do imóvel e por outra testemunha, fugiu.

A Polícia Militar de Uruana foi acionada (SGT. Carvalho, CB Rodrigues e CB Martinho).

Minutos depois, a PM localizou o infrator da lei e o abordou, vindo a encontrar uma faca em sua cintura.

Ao aprofundar no levantamento de informações, a Equipe descobriu que DIEGO possuía, em sua casa, uma motocicleta (Yamaha YBR, Factor, 125cc, preta, ano e mod.: 2012/2012) SEM PLACA e com registro de roubo no dia 24/07/2013, na cidade de Rialma/GO. Por levantamentos no sistema da Secretaria de Segurança Pública, descobriu-se a sequência alfanumérica da placa: OMP-0245.

Além disto, o rapaz, que também é, declaradamente, usuário de crack, possui outra ocorrência policial em seu desfavor: roubo a estabelecimento comercial em Uruana, no dia 22/07/2013, por volta de 10h38, onde usou uma faca para roubar em uma mercearia.

Por fim, andou abastecendo o ciclomotor em dois postos de combustíveis de Uruana, mas fugia na hora de pagar pelo produto. Por motivos alheios à vontade da PM, os responsáveis pelas empresas optaram por não registrar tais sonegações de débito.

Agora, o autor aguarda o término de sua autuação na Unidade Prisional de Uruana.

Fonte: 1º Ten. Brandão – Comandante do 3º Pelotão (Uruana)/22ª CIPM (Ceres).

A Constituição Federal de 1988 e a dúvida permaneceu sobre o que de fato significaria uma proposta pela desmilitarização.

A Constituição Federal de 1988 e a dúvida permaneceu sobre o que de fato significaria uma proposta pela desmilitarização.

Noelle Oliveira - Portal EBC - A divisão entre polícia Civil e Militar sempre existiu no Brasil. A atribuição de cada grupo está explícita no artigo 144 da Constituição Federal de 1988. Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, cabem as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais, exceto as militares. Já às polícias militares cabem o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública. “Antes da ditadura militar, existiam polícias Militar e Civil, mas a Civil também desempenhava papel ostensivo. Foi com a ditadura que as atribuições da Polícia Civil foram se esvaziando e a Militar tomou para si toda a parte ostensiva”, destaca o professor de direito penal Túlio Vianna, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).A proposta de desmilitarização consiste na mudança da Constituição, por meio de Emenda Constitucional, de forma que polícias Militar e Civil constituam um único grupo policial, e que todo ele tenha uma formação civil. “Essa divisão atual é péssima para o país do ponto de vista operacional, pois gasta-se em dobro, e é ruim para o policial, que precisa optar por uma das carreiras”, explica Vianna.

Uma das críticas feitas à militarização da polícia é o treinamento a que se submetem os policiais militares. “As forças armadas são treinadas para combater o inimigo externo, para matar inimigos. Treinar a polícia assim é inadequado, pois o policial deve respeitar direitos, bem como deve ser julgado como um cidadão comum e não por uma Justiça Militar”, argumenta o professor da UFMG. “Grande parte dos policiais militares que são praças também defendem essa ideia da desmilitarização já que eles são impedidos de acessar garantias trabalhistas, além de terem direitos humanos desrespeitados”, afirma Vianna.

Para o coronel reformado da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e ex-secretário de segurança do DF, Jair Tedeschi, entre os militares, a posição é outra: a ideia de desmilitarização policial é uma “falácia”, defende. “O que querem é quebrar a disciplina e a hierarquia que existe em qualquer organização. Não é porque a polícia é militar que age puramente como militar. A função dela é civil. As suas bases de disciplina e hierarquia que são militares". O coronel avalia ainda que "o policial militar de hoje sabe distinguir quem tem direitos e deveres. Na rua, é obrigado a tomar decisões”, observa.

A formação atual do policial, segundo o coronel Tedeschi, abrange o conceito de humanização. “Hoje a polícia é completamente diferente, isso foi na década de 1960. As academias ensinam segurança pública. Desde 1988 a polícia vem mudando a sua maneira de agir. Ela está na rua, não nos quarteis. Ela interage com a sociedade, não cumpre a lei porque tem que simplesmente cumprí-la, mas age da forma mais democrática possível”, avalia o coronel Tedeschi. Para o coronel, "desvios de comportamento ocorrem em condições isoladas em vários grupos. Na situação atual não vemos isso só na Polícia Militar, mas também na Polícia Civil e em outros segmentos não militares", aponta.

Atualmente, dois projetos de Emenda à Constituição (PEC) circulam no Congresso Nacional em defesa da desmilitarização da polícia. A PEC 102, de 2011, de autoria do senador Blairo Maggi (PR/MT), autoriza os estados a desmilitarizarem a PM e unificarem suas polícias.” Ela não faz especificamente a unificação e a desmilitarização, mas autoriza que cada estado federado possa fazê-lo caso julgue necessário”, explica Vianna. A PEC está em tramitação no Senado. 

Já a PEC 432, de 2009, em tramitação na Câmara dos Deputados, visa a unificação das polícias Civil e Militar dos Estados e do Distrito Federal, além da desmilitarização do Corpo de Bombeiros, bem como dá outras funções para as guardas municipais. A proposta é de autoria do deputado federal Celso Russomanno (PP-SP).

PRODUTORES DE DOMICIANO RIBEIRO PEDEM SEGURANÇA NO CAMPO.


A reunião aconteceu no distrito de Domiciano Ribeiro município de Ipameri, com a presença de autoridades políticas  da Polícia Militar, de Ipameri estavam os vereadores Netinho e Alam  e de  Cristalina o vereador Daniel do Sindicato e o ex-prefeito Castro Neto que propôs unir as forças dos dois municípios na luta pela segurança nas fazendas. O Major Efigênio comandante da 32ª CIPM Cristalina, que segundo ele apesar de Domiciano fazer parte de outra unidade policial militar, na necessidade da presença da polícia na região estará sempre disponibilizando viaturas no combate a criminalidade, os produtores ficaram insatisfeitos pois esperavam a presença da prefeita de Ipameri que não compareceu, diante disso elogiaram as autoridades de Cristalina que se mostraram preocupados em resolverem a questão em debate.

http://serafimgoiano.blogspot.com.br/

Veículo do policial foi encontrado queimado e o corpo no porta-malas. Delegado de Uberlândia investiga se suspeita agiu ou não sozinha.

Veículo do policial foi encontrado queimado e o corpo no porta-malas. Delegado de Uberlândia investiga se suspeita agiu ou não sozinha.

G1 TRIÂNGULO - Cabo da Polícia Militar (PM), Silas Bonifácio da Silva, de 45 anos. O militar trabalhava na 158ª Companhia de PM, ligada ao 17º Batalhão da corporação. Foi presa neste domingo (28) emUberlândia, a mulher de um policial militar, suspeita de ter matado e ateado fogo no marido. Segundo o comandante da 9ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp), coronel Dilmar Crovato, nesta manhã a Polícia Militar foi avisada que na estrada Terra Branca havia um veículo incinerado e, ao chegar ao local, se deparou com um carro queimado. Dentro do porta-malas estava o corpo de um homem.
“Imediatamente acionamos a Polícia Civil. Quando procuramos saber de quem era o carro, pois não havia queixa ou suspeita sobre o mesmo, para a nossa surpresa constatamos que era de um policial militar. Depois disso entrevistamos uma pessoa e, num contato rápido, encontramos a mulher da vítima, que acabou confessando a autoria e participação no crime. Diante disso, demos a voz de prisão em flagrante”, contou o coronel.
Ainda segundo o Crovato, o policial estava ativo na corporação e, no dia anterior, estava de folga. Também de acordo com ele, o veículo queimado era particular.

Sobre a esposa do PM, o delegado de Homicídios Bernardo Pena disse que ela será encaminhada para a delegacia de plantão, onde será autuada em flagrante delito. “Em seguida prosseguiremos nas investigações visando a determinação das circunstâncias da real causa da morte e da identificação da vítima, no sentido de determinar se a autora agiu sozinha ou se contou com a participação de outras pessoas”, acrescentou.
Agora, uma ação conjunta das polícias Civil e Militar continua para que seja feito outros levantamentos do fato para contribuir com a investigação.
A polícia trabalha com a hipótese de o crime ter sido passional, mas segundo o delegado, isso só será determinado com o fim do inquérito policial.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Globo vira piada na imprensa internacional

Eu quis apenas mostrar ao pessoal que a mídia mente... Muita gente não acredita que a TV pode manipular uma pessoa, porém não sabem que hoje vivemos como a mídia manda.

CENAS FORTES>>>>Ladrão esconde câmera roubada no ânus curta > Apoio Policial >>> Se eu contasse ninguém acreditaria, então eis o fato..

Mulher morre após bater carro em poste na BR-153

Fonte:maisgoias.com.br | Da Redação

Mulher morre após bater carro em poste na BR-153

Foto: Bill Guerra/AgMais
Uma mulher morreu em um acidente na BR-153, na região do Bairro Santo Antônio, próximo à fábrica da Mabel, no sentido Goiânia-Aparecida, na manhã deste sábado (15/6).
(Foto: Bill Guerra/AgMais)
(Foto: Bill Guerra/AgMais)


 Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Luana Gomes Japiaçu, de 28 anos, seguia pela rodovia, quando perdeu o controle da direção e bateu na pilastra do viaduto que cruza a BR-153. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.

(Foto: Bill Guerra/AgMais)
(Foto: Bill Guerra/AgMais)
 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) ainda não sabe qual foi o motivo do acidente.
(Foto: Bill Guerra/AgMais)
(Foto: Bill Guerra/AgMais)

Funcionária do Setransp xinga usuário do transporte coletivo Passageiro gravou tudo com a ajuda de um celular

Fonte:dm.com.br | Diogo Teixeira

Funcionária do Setransp xinga usuário do transporte coletivo

Passageiro gravou tudo com a ajuda de um celular
Foto: Vídeo no Youtube
"Indignação, revolta e vergonha. Esse é o sentimento que fica após ser tratado dessa forma por uma pessoa que deveria ter educação". O relato é de um usuário do transporte coletivo que foi desrespeitado e xingado por uma atendente do Setransp no Terminal Isidória, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia. O caso aconteceu no último sábado (20).

Segundo o usuário, Douglas Moreira, ele teria solicitado para a atendente o reembolso do crédito que é colocado no cartão fácil, mas ela acabou xingando o jovem. "Eu pedi a ela para fazer o reembolso, mas ela já veio com falta de educação", disse o usuário.

"Ela está ali para atender e não para dar patadas, xingar e zombar dos usuários. Eu não fui o primeiro e nem o último", disse ele. "O Setransp deveriam se envergonhar de ter uma funcionaria como essa. Eu não estou pedindo nada de graça. Só quero respeito", completou.

Assista ao vídeo:

Dono de Restaurante Atropela Bandido Comerciante teve atitude desesperada e atropelou ladrão



Terrorismo dentro do ônibus

PARABÉNS POLICIAS MILITARES QUE REALIZAM ABORDAGENS SEGURA E CUMPREM O " PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO"!


O Padre e Reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno de Trindade, Robson de Oliveira,   POSTOU  em sua pagina pessoal  que não gostou da atitude correta de Policiais Militares que o abordou em São Paulo !   
       Em Primeiríssimo lugar  se não houve abusos ou exagero PARABÉNS PMSP!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade

Segundo padre Robson, quando estava indo do Rio de Janeiro, onde foi participar da Jornada Mundial da Juventude, até Guarulhos em São Paulo, policiais militares abordaram o carro em que ele estava, e sem pedir nenhum documento revistaram todas as pessoas que estavam no veículo.    
     Se  a  não houve exagero nem abusos parabéns, vale ressaltar que Policiais são cidadãos seres humanos e não possuem dotes  especiais nem sobrenaturais.   Que ao abordarem pessoas  seres humanos também são imparciais, cabendo aos condutores  da abordagem  ou comandantes de guarnições  avaliarem o risco eminente fazendo a priore o revista pessoal dos ocupantes de um veiculo e  após  a revista já em segurança identifique os abordados.    A avaliação visual sobre pessoas abordadas independem de seus trajes  ou aparência ,   o rigor em uma abordagem  que leva em considerações apresentação pessoal do abordado é  indiscutivelmente  abusiva e discriminatória .

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:


Art. 244.  A busca pessoal independerá de mandado, no caso de prisão ou quando houver fundada suspeita de que a pessoa esteja na posse de arma proibida ou de objetos ou papéis que constituam corpo de delito, ou quando a medida for determinada no curso de busca domiciliar.

Constitucional. Processo Penal. Direito de livre locomoção. Busca forçada. Revista. Possibilidade, quando no interesse da segurança coletiva. O direito individual à liberdade deve ser combinado com medidas preventivas de defesa da incolumidade pública e da paz social. A revista, ante suspeita séria de irregularidade que possa causar distúrbio à vida, à saúde ou à segurança das pessoas, é defensável quando efetivada em estado de necessidade coletiva.


Fundada suspeita é de que alguém oculte consigo arma proibida ou objetos obtidos por meios criminosos, com objetos que sirvam para colher qualquer elemento de convicção, ou ainda traga consigo carta que o conteúdo possa ser útil a elucidação do fato.
Assim o policial necessita de algo palpável como:
         – a denúncia feita por terceiro de que a pessoa porta o instrumento usado para o cometimento do delito;
         – informações de ocorrência policial repassada por Central de Operações através de sistema de comunicações;
         – se ele mesmo visualizar uma saliência sob a blusa do sujeito, dando nítida impressão de se tratar de arma de proibida;
         – se ele mesmo visualizar que a pessoa traz consigo qualquer elemento de convicção para elucidação de fatos;
         – se a pessoa estiver em flagrante delito, e o policial visualize uma saliência sob a blusa do sujeito, dando nítida impressão de se tratar de arma proibida, para resguardar a integridade da equipe policial, do sujeito e de terceiros;
         – se a pessoa ao avistar uma viatura policial militar empreende fuga em desabalada carreira.
E neste sentido existe um infinito de possibilidades que irão caracterizar a fundada suspeita. Esta que deve estar sempre dentro dos limites legais da discricionariedade, baseada em algo mais concreto e seguro do que a simples suspeita.
Não existirá fundada suspeita quando o policial basear-se em simples suspeita, que é uma desconfiança ou suposição, algo intuitivo e frágil.
A policia ostensiva tem como principal missão o policiamento ostensivo preventivo fardado, ou seja, através da presença e das ações e operações policiais ostensivas evitar o acontecimento do crime, extinguindo o surgimento da oportunidade deste. Assim deve se tomar muito cuidado ao limitar todas as ações policiais em mínimos detalhes, pois esse minimização da ação policial pode levar a uma falência da atuação de policia ostensiva preventiva.
Ao meu ver aqueles locais chamados de “Locais de Risco”, quais sejam aqueles onde através de comprovada estatística ocorrem ilícitos penais em decorrência da oportunidade gerada pela falta de efetivo policial, que não consegue estar em todos os lugares a todo momento. Nestes “Locais de Risco” há fundada suspeita para o emprego de bloqueio, fiscalização e abordagem policiais, buscando preservar o direito coletivo de segurança e tranqüilidade publicas.

Como agir a uma abordagem policial em seu veículo

Dentre as várias atribuições da Polícia Militar, uma delas é o Policiamento Preventivo Ostensivo, que é uma modalidade de exercício da atividade policial desenvolvida intencionalmente à mostra, visível, caracterizado pelo uniforme (farda), viatura e equipamentos. Tal modalidade de policiamento tem por objetivo principal, através da visibilidade, o desestímulo de infrações à lei e o aumento da sensação de segurança, prevenção contra infrações legais e a profilaxia criminal, por demonstrar a força e a presença policial.
Para que o objetivo seja alcançado, os Policiais Militares, durante o patrulhamento, constantemente realizam abordagens policiais, quer seja em transeuntes ou em ocupantes de veículos - tais abordagens têm sua previsão legal no artigo 244 do Código Processo Penal (CPP) e soa de extrema importância para a preservação da ordem pública e cometimento de delitos.
Visando informar e orientar a população em geral, elaboramos algumas dicas de como o cidadão deve ser portar ao ser abordado em um bloqueio policial. As orientações visam evitar “confusões” e minimizar conflitos, entre os policiais e os ocupantes dos veículos.
Os procedimentos de conduta e educação são fatores importantes em uma abordagem - tanto do condutor, como da autoridade policial. Como estamos dirigindo o artigo aos condutores, vamos a eles:
1 – Ao se aproximar de um bloqueio ou ser abordado por policiais, diminua a velocidade. Nunca fuja da abordagem.
2 – Se for à noite, acenda as luzes internas do veículo.
3. Mantenha a calma e atenda prontamente aos sinais e orientações do policial.
4. Mantenha as mãos sempre visíveis e sem quaisquer objetos.
5. Não faça movimentos bruscos e aguarde orientação para entregar os documentos.
LEMBRE-SE - A autoridade policial está fazendo seu serviço e você está cumprindo seu dever como cidadão.
Dentre as várias atribuições da Polícia Militar, uma delas é o Policiamento Preventivo Ostensivo, que é uma modalidade de exercício da atividade policial desenvolvida intencionalmente à mostra, visível, caracterizado pelo uniforme (farda), viatura e equipamentos. Tal modalidade de policiamento tem por objetivo principal, através da visibilidade, o desestímulo de infrações à lei e o aumento da sensação de segurança, prevenção contra infrações legais e a profilaxia criminal, por demonstrar a força e a presença policial.
Para que o objetivo seja alcançado, os Policiais Militares, durante o patrulhamento, constantemente realizam abordagens policiais, quer seja em transeuntes ou em ocupantes de veículos - tais abordagens têm sua previsão legal no artigo 244 do Código Processo Penal (CPP) e soa de extrema importância para a preservação da ordem pública e cometimento de delitos.
Visando informar e orientar a população em geral, elaboramos algumas dicas de como o cidadão deve ser portar ao ser abordado em um bloqueio policial. As orientações visam evitar “confusões” e minimizar conflitos, entre os policiais e os ocupantes dos veículos.
Os procedimentos de conduta e educação são fatores importantes em uma abordagem - tanto do condutor, como da autoridade policial. Como estamos dirigindo o artigo aos condutores, vamos a eles:
1 – Ao se aproximar de um bloqueio ou ser abordado por policiais, diminua a velocidade. Nunca fuja da abordagem.
2 – Se for à noite, acenda as luzes internas do veículo.
3. Mantenha a calma e atenda prontamente aos sinais e orientações do policial.
4. Mantenha as mãos sempre visíveis e sem quaisquer objetos.
5. Não faça movimentos bruscos e aguarde orientação para entregar os documentos.
LEMBRE-SE - A autoridade policial está fazendo seu serviço e você está cumprindo seu dever como cidadão.

PARABÉNS POLICIAL MILITAR QUE CUMPRE SEU DEVER COM IMPARCIALIDADE E OBSERVA AS NORMAS DE SEGURANÇA PESSOAL   POIS SUA SEGURANÇA PESSOAL E SUA VIDA É IMPORTANTE !

http://sgtaciolly.blogspot.com.br/

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM