ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

GDF publica reajustes de benefícios para PM e bombeiros no Diário Oficial Após duas assembleia em um único dia, categoria aceitou acordo com o governo. Com os novos valores, o contracheque de um coronel, por exemplo, chegará a R$ 21.721,13, ao final de 2016

GDF publica reajustes de benefícios para PM e bombeiros no Diário Oficial Após duas assembleia em um único dia, categoria aceitou acordo com o governo. Com os novos valores, o contracheque de um coronel, por exemplo, chegará a R$ 21.721,13, ao final de 2016
Publicação: 19/02/2014 09:39 Atualização: 19/02/2014 10:08

Clique para ampliar

Os novos valores de auxílio alimentação e moradia dos bombeiros e policiais militares do Distrito Federal foram publicados no Diário Oficial do DF nesta quarta-feira (19/2). Os oficiais aceitaram a proposta do governo em uma reunião realizada na noite dessa terça-feira (19/2), ignorando a decisão tomada pelas duas categorias na manhã do mesmo dia. Com os reajustes concedidos, ao final de 2016, um coronel com dependente terá remuneração total de R$ 21.721,13 (aumento de 20,24%), um subtenente, R$ 12.104,90 (20,48%), enquanto um soldado receberá R$ 7.190,98 (21,66%).

O reajuste do auxílio-moradia será feito em três etapas: o primeiro aumento ocorre este ano e os outros dois em 2015 e 2016, sempre no mês de setembro. Ao final do reajuste, um coronel passará a receber auxílio de R$ 3,6 mil, com dependentes, enquanto um soldado da 2ª classe receberá R$ 850, 59, com dependentes. Já o novo valor do auxílio-alimentação passou para R$ 850, com início de recebimento em 1º de maio próximo.
GDF assina decretos que estabelecem novos valores para auxílios a PMs PMs e bombeiros fazem nova reunião e decidem aceitar proposta do GDF Aspra-DF faz reunião para discutir sobre acordo feito entre PM e GDF As mudanças foram oficializadas logo depois dos militares terem aprovado os reajustes propostos pelo governo em uma assembléia convocada pelo comandante da Polícia Militar, Anderson Carlos de Castro, no Clube de Oficiais da PM, no Setor de Clubes Sul, na noite dessa terça-feira (18/2). A decisão do comando, contudo ,contrariou a decisão de assembleia realizada na manhã de ontem, ao aprovar os reajustes nos auxílios alimentação e moradia e o encaminhamento, até julho, da proposta de reestruturação da carreira.

Os chefes da PM e dos bombeiros desconsideraram a decisão da assembleia porque acreditam que o ambiente estava contaminado. “O evento que ocorreu hoje (ontem) de manhã não foi válido. Fizemos um levantamento e muitos dos presentes não eram da corporação, e, sim, aspirantes que estariam esperando os resultados e a convocação do último concurso e infiltrados. A aprovação à noite foi pela maioria de cerca de 5 mil presentes com participação dos praças”, afirmou o subcomandante da PM, Claudio Armond.
Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM