ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

O prefeito Cristóvão, juntamente com o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás, Joaquim Mesquita, inauguraram a nova sede da 3ª Unidade Regional Prisional da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária

Júnio José via facebook
editado
No cumprimento de compromissos firmado com o povo da região Metropolitana de Brasilia, o Governador do Estado de Goiás  mais uma vez  traz  beneficios a região do Entorno de Brasilia.  

 Em visita a cidade de Luziania Goiás através do Secretário de Segurança Publica  apresenta  projetos e propostas que visa trazer beneficios e  melhorias para a Segurança Publica na região do Entorno do DF.

 SEGURANÇA
---------------------------

O prefeito Cristóvão, juntamente com o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás, Joaquim Mesquita, inauguraram a nova sede da 3ª Unidade Regional Prisional da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária. A nova sede é resultado da parceria do governo de Luziânia e governo do Estado. Na ocasião, novos armamentos e  
segurança foram entregues à Agente de Segurança Prisional, 

Tatiana Soares do Nascimento, responsável pela Unidade. A expectativa é que se consiga agilizar a solução para a falta de vagas e estrutura dos presídios.








http://sgtaciolly.blogspot.com/




Delegado dá voz de prisão a coronel da PM e três militares

Delegado dá voz de prisão a coronel da PM e três militares

PMs agrediram suspeito que havia furtado frascos de repelente em Laguna.
Coronel da PM amassou depoimento e colocou no bolso, diz delegado.


Um delegado de Laguna, no Sul de Santa Catarina, deu voz de prisão a um coronel da Polícia Militar de Santa Catarina e a três militares da corporação após a detenção de um suspeito na manhã de terça-feira (24).

Segundo o delegado Leandro Loreto, quatros policiais chegaram na delegacia com um homem algemado e três deles teriam agredido o detido. O suspeito havia furtado dois frascos de repelente em um mercado.

"Ele estava no chão, algemado e o chutaram. Perguntei quem tinha batido e um deles me disse que se eu estava com pena, podia levar para casa", afirma Loreto.

Três policiais receberam voz de prisão por abuso de autoridade e um deles por desacato. Segundo Loreto, um dos militares chegou a prestar depoimento, mas o coronel, comandante da corporação em Laguna, foi até a delegacia buscar os policiais.

"De tarde, o coronel voltou com os quatro policiais [um deles é testemunha] e pediu uma cópia do documento. Eu não entreguei, pois somente advogado tem direito. Ele pegou o depoimento que estava sobre a mesa, amassou, fez uma bolinha de papel e botou no bolso", detalha o delegado.

O coronel recebeu voz de prisão por desacato, supressão de documento e desobediência. A soma dos três crimes é inafiançável, segundo o delegado. "Ele simplesmente virou as costas e saiu levando a tropa dele. Qualquer pessoa que não tivesse a força bélica que ele tem seria presa", afirma Loreto.
Segundo o delegado, ele não os prendeu para garantir a integridade dos policiais civis. "Eu os adverti que não usaria a força para prendê-los. Eles estavam em maior número e mais fortemente armados e eu não colocaria meus policiais em confronto", defende o delegado.

Suspeito furtou repelentes

O homem detido por furtar dois frascos de repelente foi liberado e deve responder um termo circunstanciado. De acordo com a Delegacia de Laguna, ele já tinha passagens por pequenos furtos.

Relatório ao Ministério Público

Após a atitude dos militares, o delegado Leandro Loreto fez o relatório detalhado e encaminhou a Promotoria de Laguna. "Ele usou a força estatal contra um órgão legitimado para apurar violação dos direitos humanos. É uma atitude impensável que remonta a ditadura. A atitude do coronel não condiz com o cargo de gestor que ele tem. Não é um caso isolado, é reflexo de uma postura estatal", afirma.

Loreto é responsável pela Delegacia de Forquilhinha e estava na Delegacia de Laguna até a tarde de terça (24) para a Operação Veraneio. Por esse motivo, segundo o delegado, não foi encaminhado nenhum pedido ao Ministério Público, além do relatório.

"Mandei para que a promotora tenha noção do que aconteceu e tome as providências cabíveis. O Delegado Regional também está ciente. Não sei o que, mas algo precisa ser feito", diz.

O G1 entrou em contato com o a Polícia Militar de Laguna e com a o Centro de Comunicação Social da PM, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério Público, o relatório foi entregue à promotora de Justiça que atua no controle externo da polícia. Ela deve instaurar procedimento investigatório criminal para apurar os fatos.
http://www.pec300.com/2015/02/delegado-da-voz-de-prisao-coronel-da-pm.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+soldadoalmanca+%28Cabo+Alman%C3%A7a%29

Cleptocracia autista: O governo Dilma acabou


Cleptocracia autista: O governo Dilma acabou



Está lá na Wikipedia: cleptocracia é um termo de origem grega, que significa, literalmente, “Estado governado por ladrões” , cujo objetivo é o do roubo de capital financeiro dum país e do seu bem-comum.

O dicionário diz que autismo é o “Transtorno global do desenvolvimento, caracterizado pela incapacidade de interação social, pela dificuldade na comunicação verbal, ou no uso da linguagem, e pela concentração excessiva em pensamentos e sentimentos pessoais em detrimento do mundo exterior.”

Somem essas duas características e teremos o perfil da petezada no governo. Incapazes de perceber erros cometidos, interagir com a sociedade e assimilar o mundo de corrupção que nos cerca. Está chegando a hora do PT acabar.

Como conseguem?

Assim, têm a capacidade de comemorar 35 anos de fundação ignorando aquilo que se tornaram. No máximo, saem de cena por alguns instantes, apenas para que a opinião pública esqueça quem são os verdadeiros protagonistas.

Nessa estratégia, Dilma havia enfiado a cabeça no buraco para só voltar ao picadeiro durante a reunião com a arquibancada ministerial. Foi derrotada na Câmara dos Deputados, onde já há admissibilidade de nova CPI.

Por lá, Eduardo Cunha lidera um parlamento que tem pressa. Por isso, tornou a quinta-feira dia de sessões ordinárias. Detalhe que acelera os prazos da Casa, como votações de Propostas de Emenda Constitucional (PEC´s), casos da Reforma Política e Orçamento Impositivo.

Uma trapalhada atrás da outra

Essas pedras no sapato do PT e do Governo, que discordam – primeiro um, depois o outro – das propostas, não são nada se comparadas às articulações desastradas na mula sem cabeça que se transformou a Petrobrás. Agora, com um presidente bancário para administrar comissões.

Na tentativa de fazer uma “transição de gestora”, Dilma havia acordado a saída da “amiga” em um mês (ou “trinta dias” de fevereiro, com interstício de Carnaval). Esqueceu-se de “combinar com os russos” e teve o tapete puxado por Graça Foster e os cinco Josés que compunham a diretoria da estatal.

Dia seguinte, enquanto procura alguém para segurar a bomba na petrolífera, a Polícia Federal explode nova etapa da Operação Lava-jato, levando o tesoureiro de sua agremiação a depor sob condução coercitiva, apontado como um dos possíveis integrantes do esquema de propina.

E, diante de toda essa harmonia, com implicações oriundas da passagem do (nunca antes tão calado) ex-presidente Lula pelo governo, foram todos comemorar os 35 anos de fundação de seu partido. Momento mais que perfeito para se celebrar o poder alcançado.






Mau exemplo


Restou à governabilidade agradecer ao aliado de todas as horas junto ao Legislativo: Renan Calheiros. É ele que, em meio a manobras políticas e regimentais, tem segurando o rojão de uma administração à beira da esquizofrenia.


O Senador vestiu tanto a camiseta que foi pro embate com Aécio Neves de dedo em riste, enquanto a platéia governista reclinava as cadeira para assistir de camarote. Por trás da disputa a uma cadeira na Mesa Diretora estava a saída da senadora Lúcia Vânia do PSDB, fato sabido nos bastidores do Senado.


Ambos os parlamentares estão errados. Calheiros é uma entidade. Deixou de lado sua representação e foi pro fight com Aécio, que, volta e meia, esquece-se que, pra ser presidente, há de se ter postura, galardia e elegância. Não cabe mais a ele esse tipo de destempero, mesmo que justificado.


Sede ao pote


Toda essa algazarra no Legislativo está relacionada à linha sucessória e a quem e quando cada um pode assumir a presidência. Temer deixa seus bispos no tabuleiro, enquanto, na surdina, aguarda o cheque-mate do impeachment.


Vale lembrar que, na época de Collor, a ebulição não era tamanha e, quisesse mesmo apoio político, Dilma deveria ter iido ao Congresso Nacional abrir o Ano Legislativo e não enviado um ministro não quisto nas Casas.


São relações deterioradas nas representatividades partidárias e o desleixo entre os poderes que tendem a piorar e corroborar com oautismo na governabilidade. Na petelândia, Dirceu pode ser presidente.


Fonte: Publikador.com


Quase 2 milhões pedem impeachment de Dilma Aproximam-se de 2 milhões de nomes petição pelo impeachment de Dilma


Quase 2 milhões pedem impeachment de Dilma

Aproximam-se de 2 milhões de nomes petição pelo impeachment de Dilma


A petição pelo impeachment da presidente bateu o recorde anterior, contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL).


Aproximam-se de 2 milhões de assinaturas a petição pública que pede o impeachment imediato de Dilma Rousseff (PT) da Presidência da República. A petição está no site Avaaz, especializado em petições públicas, que no Brasil é controlado pelo petista Pedro Abramovay, ex-secretário nacional Antidrogas do primeiro governo Dilma. O Avaaz segurou o quanto pôde mas as adesões não param de crescer.


Até agora há pouco, o impeachment de Dilma já somavam 1.897.451 assinaturas de cidadãos brasileiros. Clique aqui para visitar o site Avaaz.


O impeachment de Dilma destina-se a “acabar com a corrupção e desvio de dinheiro público”, segundo justificativa na petição online.


Outros motivos para o impeachment de Dilma no Avazz: “sucateamento da saúde, das estradas, da educação, segurança pública e outros”.


Marcadas para este domingo de carnaval, manifestações pelo impeachment, em todo o País, devem ser minimizadas pela folia.


Fonte: Leia na Coluna Cláudio Humberto.

Juiz exige a suspensão do WhatsApp no Brasil

Juiz exige a suspensão do WhatsApp no Brasil

O juiz, do Tribunal de Justiça do Piauí, não informou o motivo do pedido de suspensão pois ação anterior corre em segredo
Por Redação Link
Luciano Coelho
Murilo Roncolato
FOTO: Reuters
TERESINA/SÃO PAULO – O juiz da Central de Inquéritos de Teresina, Luiz Moura Correia, determinou que o acesso ao aplicativo WhatsApp seja suspenso por descumprimento de ordem judicial para interceptação telefônica para elucidação de crimes.
“A ordem judicial foi expedida em virtude de anterior descumprimento, por parte do provedor de aplicação de Internet WhatsApp, de outras determinações de caráter”, diz a nota divulgada pela Polícia Civil do Piauí.
Na decisão, o juiz deu 24 horas para que a empresa suspenda não só os acessos a serviços dos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, mas como o uso do aplicativo. A sede da empresa, nos Estados Unidos, foi notificada para dar cumprimento à determinação judicial.
O magistrado informou que a decisão é resultado de inquéritos que tramitam em segredo de justiça desde o ano de 2013. Ele disse que a quebra do sigilo do contato por WhatsApp serviria para a elucidação dos crimes.
“O WhatsApp não quis se adequar ao caso da interceptação e foi notificado quanto a isso. Determinamos a suspensão do serviço para cumprir as diligências. Trata-se de uma questão de soberania nacional. Para operar aqui, a empresa tem que se adequar as leis daqui”, explicou Luiz Moura.
Segundo o juiz, depois do Marco Civil da Internet, a empresa que funciona nos Estados Unidos, tem que dar cumprimento às decisões locais. “É para o Brasil discutir a questão. São vários casos em questão. Como se trata de segredo de Justiça, não posso falar sobre o assunto. Quem pode falar são as autoridades policiais”, acrescentou.
Os servidores do Tribunal de Justiça do Piauí estão em greve solicitando reajuste salarial de 10% e a reestruturação do quadro de servidores, mas o juiz Luiz Moura foi procurado ontem (25) por advogados de empresas para dar cumprimento a ordem judicial e outros tentando evitar a execução da decisão.
A polícia informou apenas que são vários processos que correm em segredo de justiça. Os casos são investigados pelo Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.
Parte da decisão judicial diz: “Suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial, em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.netwhatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net ewhatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados”.
“Eu acho muito difícil que essa decisão chegue a ser cumprida”, opina a advogada Gisele Arantes. “Bloqueando o WhatsApp você está afetando o direito de outras milhares de pessoas. É muito desproporcional.”
Ainda que seja um crime como pedofilia, não justifica a remoção do serviço.
Segundo o jornal O Globo, a Vivo foi comunicada da decisão no último dia 19, e já entrou com recurso para não ter de cumpri-la.
Procurados pela reportagem, as operadoras afirmaram que se pronunciarão oficialmente através do SindiTelebrasil, que, também procurado, disse ainda estar definindo um posicionamento final sobre o assunto.
Sem representação
O WhatsApp, assim como Snapchat, Tinder e Secret, não possuem representação no Brasil, o que dificulta o acesso por meio jurídico dos seus usuários ou reclamantes. No caso específico do WhatsApp, uma saída dos tribunais tem sido a de destinar a ação ao Facebook, que concluiu a aquisição da empresa criadora do aplicativo (por US$ 22 bilhões) em meados do ano passado.
Em agosto do ano passado, uma liminar determinou a suspensão do aplicativo Secret no Brasil acatando pedido de promotor que acreditava que o app feria a proibição ao anonimato, presente na Constituição. A Justiça posteriormente voltou atrás e liberou o aplicativo, após entender que era possível obter os dados dos usuários através da empresa responsável.
Para o jurista e diretor do instituto de pesquisas InternetLab, Dennys Antonialli, o caso do Secret é simbólico. “Ele ilustra o poder máximo do Artigo 11 (do Marco Civil da Internet), que é banir o serviço do Brasil. Aplicar uma multa ou constranger a empresa não adiantaria nada, porque ela não tem escritório aqui”, diz o pesquisador.
Antonialli defende que o juiz poderia ter buscado formas menos drásticas para atingir a empresa após não ter tido resposta. “O WhatsApp tem uma base de usuários gigantesca no Brasil e é uma das formas de comunicação mais utilizadas. Por conta de um inquérito, o serviço poderia cair no Brasil inteiro”, disse. “Há meios mais sutis para constranger a empresa, impondo multa alta diária, por exemplo.”
O artigo em questão diz que empresas que coletem, armazenem ou guardem e tratem registros de dados pessoais “em que pelo menos um desses atos ocorra em território nacional, deverão ser obrigatoriamente respeitados a legislação brasileira e os direitos à privacidade, à proteção dos dados pessoais e ao sigilo”. A regra vale “mesmo que as atividades sejam realizadas por pessoa jurídica sediada no exterior, desde que oferte serviço ao público brasileiro”.
Na opinião da advogada Gisele Arantes, especialista em direito digital que atuou no caso do aplicativo Secret, o Marco Civil “falhou” ao não prever “uma forma de se alcançar esse provedor de aplicações lá fora quando se precisar de alguma informação”. E resume a atual situação. “Se você é ofendido pelo WhatsApp, você vai ter que identificar as pessoas e responsabilizá-las; para conseguir essas informações, você precisa mandar uma ordem para o WhatsApp, mas ele está lá fora e para isso seria necessário uma carta rogatória, o que demoraria anos.” A jurista espera que o caso “chame a atenção das autoridades para esse buraco”.
O caso se assemelha a um de 2007. Na ocasião, um juiz chegou a suspender por um dia o YouTube no Brasil após tentativas fracassadas de impedir que um vídeo da apresentadora e modelo Daniella Cicarelli, que foi gravada durante ato sexual com o namorado em uma praia na Espanha. A decisão foi então derrubada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.
fontehttp://blogs.estadao.com.br/link/juiz-exige-a-suspensao-do-whatsapp-no-brasil/

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

PMMG RECEBE VISITA DE PERITOS DA POLÍCIA NACIONAL DO JAPÃO


PMMG RECEBE VISITA DE PERITOS DA POLÍCIA NACIONAL DO JAPÃO

https://www.policiamilitar.mg.gov.br/conteudoportal/sites/portalnoticias/noticia/23022015105024795

A Polícia Militar de Minas Gerais recebe nesta segunda-feira, dia 23, a visita técnica de uma comitiva formada por policiais da Polícia Nacional do Japão e Senasp - Secretaria Nacional de Segurança Pública. O intercâmbio faz parte de um acordo de cooperação técnica internacional para implementação do Policiamento Comunitário.


Os visitantes ficarão em Minas Gerais até dia 2 de março. Os peritos Katsuya Endo, da Província de Kanagawa e Akemi Shibuya, da Província Saitama; o Capitão Maurício Pavão Flores, representante do Ministério da Justiça / Senasp; acompanhados do intérprete Yoshiko Oyama, da agência de cooperação JICA Brasil, assistirão palestras sobre a Polícia Militar de Minas Gerais e o trabalho de policiamento comunitário, participarão de seminário e de reuniões de nivelamento de conhecimentos e de ações. A programação ainda inclui uma visita à Base Comunitária, do Shopping Estação.


ACORDO


A PMMG firmou com o Ministério da Justiça/ SENASP, Polícia Nacional do Japão (NPA), Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA), Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) e Brigada Militar do Rio Grande do Sul (BMRS) o Acordo de Cooperação Técnica Internacional para Implantação do Policiamento Comunitário – Sistema Koban.


Este acordo visa um sistema contínuo e auto-suficiente de multiplicação da Polícia Comunitária pelas Polícias Militares Brasileiras. Para sua implementação estão previstas, entre outras atividades, visitas técnicas aos estados modelos (MG, SP e RS) no período de 2015- 2017, para conhecer as práticas de policiamento comunitário e propor melhoria da qualidade.


SEMINÁRIO INTERNACIONAL


O VI Seminário Internacional de Policiamento Comunitário – Sistema Koban está marcado para sexta-feira, dia 26, das 13h30 às 18h. O encontro será no Expominas, e antecede à 4ª edição do Festival do Japão em Minas, nos dias 27 e 28 de fevereiro e 01 de março, em Belo Horizonte. Neste momento, Minas Gerais e Japão trocarão experiências em diversas áreas, inclusive segurança pública.


O público presenciará durante, o festival do Japão, apresentações culturais, oficinas de arte gratuitas, concurso Miss Nikkei Minas Gerais e Cosplay, uma área programada para estandes institucionais e empresariais, setores de saúde, games e bazares e a apreciada culinária japonesa. Também nesta edição foi criada uma área exclusiva de Cultura POP, com uma diversificada programação.


FONTE: PMMG


Read more at http://blogdocabojulio.blogspot.com/2015/02/pmmg-recebe-visita-de-peritos-da.html#9y2BkjkGeESzbzMu.99

Informamos o falecimento do 1º Sargento Paulo Lopes, auxiliar do 14º CRPM, em Jataí-GO



É com imenso pesar que informamos o falecimento do 1º Sargento Paulo Lopes, auxiliar do 14º CRPM, em Jataí-GO. 
Ele faleceu na tarde do ontem dia 22/02/2015, causas naturais, no Centro Médico Municipal na cidade de Jataí-Go. O velório está sendo na salão da Funerária Santa Fé, situado à Rua Padre Feijó nº 29 – Setor Samuel Grahan em Jataí-Go. O horário para o sepultamento está previsto para às 17h 30min no Cemitério Bom Pastor, sito a Alameda das Primavera em Jataí-Go.

Maiores informações: 14º CRPM 64 3632-0781
Daniela - Esposa- 64 9985-8052
Fonte: 14º CRPM

Facebook pode ficar fora do ar no fim de semana e usuários devem cancelar impeachment de Dilma


Facebook pode ficar fora do ar no fim de semana e usuários devem cancelar impeachment de Dilma
Por Curiosity



Os organizadores do impeachment da Presidente Dilma Rousseff planejam cancelar o evento do próximo domingo devido a uma informação que circula na internet de que o Facebook estará fora do ar.

Revoltados, muitos ameaçaram manter de pé o evento mesmo que seja preciso realizá-lo via Twitter. No entanto, alguns adeptos não gostam da ideia: “Odeio a ideia de ter que escrever meu textão a prestação”, fazendo alusão a ideia de que a rede social limita as postagens a 140 caracteres.

Questionado pela nossa reportagem sobre realizar o evento fora da rede mundial de computadores, um representante do movimento diz desconhecer o assunto.

http://www.noticiadahora.net/



Após retaliação de Dilma, Indonésia pode cancelar compra de aviões da Embraer O presidente da Indonésia, Joko Widodo, disse nesta terça-feira que as execuções dos 11 condenados, entre eles o brasileiro Rodrigo Gularte, serão mantidas POR O GLOBO / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS


Após retaliação de Dilma, Indonésia pode cancelar compra de aviões da Embraer
O presidente da Indonésia, Joko Widodo, disse nesta terça-feira que as execuções dos 11 condenados, entre eles o brasileiro Rodrigo Gularte, serão mantidas
POR O GLOBO / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS



Presidente da Indonésia, Joko Widodo - AFP
JACARTA — A recusa da presidente Dilma Rousseff em receber as credenciais do embaixador indonésio para começar a trabalhar no Brasil, na última semana, uma retaliação a recusa do presidente indonésio de acatar o pedido de clemência em favor do brasileiro Marco Archer, pode afetar as relações comerciais entre os país. Após convocar o embaixador brasileiro para dar explicações, além de chamar de volta ao país Toto Riyanto, agora o governo indonésio estuda está reconsiderando a compra aviões de combate e lançadores mísseis do Brasil, , informou o diário indonésio “Jakarta Post“.

De acordo com o jornal, o vice-presidente indonésio Jusuf Kalla disse que o governo está repensando se adquire para a Força Aérea do país um esquadrão de 16 aviões EMB-314 Super Tucano, fabricados pela Embraer. A Indonésia ainda estaria estudando a possibilidade de cancelar uma encomenda de lançadores múltiplos.

Na sexta-feira, em uma cerimônia no Palácio do Planalto, a presidente recebeu as credenciais de cinco novos embaixadores. O diplomata indonésio, Toto Riyanto, chegou a constar da lista dos que seriam recebidos na cerimônia, o que não aconteceu.

- Nós achamos que é importante que haja uma evolução na situação para que a gente tenha clareza de em que condições estão as relações da Indonésia com o Brasil. O que nós fizemos foi atrasar um pouco o recebimento das credenciais, nada mais do que isso - disse Dilma a jornalistas, após a cerimônia.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, disse nesta terça-feira que as execuções dos 11 condenados, a maioria por tráfico de drogas, não serão canceladas ou suspensas, alertando aos outros países para não intervirem no direito da Indonésia de praticar a pena de morte.

— A primeira coisa que eu preciso dizer firmemente é que não deve haver qualquer intervenção na pena de morte porque é nosso soberano direito de exercer nossa lei — disse Widodo, em uma possível resposta aos pedidos da presidente Dilma Rousseff, da França e Austrália, para que os condenados destes países não fossem executados.

De acordo com informações da BBC, o governo Francês chamou o embaixador da Indonésia no país para falar sobre a preocupação com o destino de Serge Atlaoui, preso no país por tráfico de drogas e condenado a morte.

As autoridades australiana também fizeram uma grande campanha diplomática pelas vidas de Myuran Sukumaran e Andrew Chan, preso por tráfico e na lista de execução. O primeiro-ministro autraliano, Tony Abbott, causou um mal estar na semana passada, quando disse que a Indonésia deveria se lembrar da ajuda de 1 bilhão de dólares australianos após o tsunami que atingiu o país em 2004.

Marco Archer foi executado na Indonésia no dia 17 de janeiro, apesar do pedido de clemência feito pelo governo brasileiro. A presidente telefonou para o presidente indonésio Joko Widodo. Na ocasião, ela afirmou ao colega que no Brasil não há pena de morte, e que o fuzilamento do brasileiro causaria comoção e estremeceria as relações entre Brasil e Indonésia.

Outro brasileiro aguarda no corredor da morte na Indonésia. O nome de Rodrigo Gularte, condenado por tráfico de drogas, consta numa lista divulgada pelo governo indonésio no início do mês. Diagnosticado com esquizofrenia, o brasileiro pode ter sua sentença suspensa.



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/apos-retaliacao-de-dilma-indonesia-pode-cancelar-compra-de-avioes-da-embraer-15420471#ixzz3SfV3hZW6

sábado, 21 de fevereiro de 2015

testemunho de vida ministro juliano

PM apreende dois pés de maconha dentro de casa em Luziânia, Goiás Entorpecente foi localizado após jovem de 19 anos ser detido em blitz. Além da droga, produtos eletrônicos e semi-joias foram recolhidos no local.





PM apreende dois pés de maconha dentro de casa em Luziânia, Goiás
Entorpecente foi localizado após jovem de 19 anos ser detido em blitz.
Além da droga, produtos eletrônicos e semi-joias foram recolhidos no local.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
FACEBOOK





A Polícia Militar apreendeu dois pés de maconha em uma residência em Luziânia, cidade goiana no Entorno do Distrito Federal. De acordo com a corporação, um rapaz de 19 anos foi detido durante uma abordagem policial no Bairro Alvorada e, ao ser levado para casa, os policiais encontraram o entorpecente, além de diversos aparelhos eletrônicos, celulares e semi-joias.

Os policiais acreditam que os produtos foram roubados na cidade. Entre eles também estavam maquiagens, tênis e relógios. Todos os itens foram recolhidos, incluindo as plantas, e encaminhados para o Centro de Operações Integradas de Segurança Pública (Ciops), na noite de sexta-feira (6).

A PM não informou se o rapaz morava sozinho no imóvel. Ele deverá responder por tráfico de drogas, já que cultivar maconha é crime. A Polícia Civil, por sua vez, disse que vai apurar se o jovem tem ligação com roubos.
Aparelhos eletrônicos, semi-joias e tênis também foram apreendidos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Motorista embriagado é preso após colidir contra poste em Luziânia, GO Condutor estava acompanhado por mulher, mas ambos saíram ilesos. Teste do bafômetro constou embriaguez e homem foi detido em flagrante.


Motorista embriagado é preso após colidir contra poste em Luziânia, GO
Condutor estava acompanhado por mulher, mas ambos saíram ilesos.
Teste do bafômetro constou embriaguez e homem foi detido em flagrante.



Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
FACEBOOK





Um motorista de 40 anos, que estava embriagado, foi preso em flagrante após colidir contra um poste de energia em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, na noite de quinta-feira (19). Ele e uma mulher seguiam no veículo, mas não ficaram feridos. O poste quebrou e caiu sobre parte da Avenida Sarah Kubitschek, no Parque JK.

A Polícia Militar foi acionada e submeteu o condutor ao teste do bafômetro, que apontou 1,71 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que é considerado crime de trânsito. Por isso, o homem foi encaminhado à delegacia da cidade e multado em R$ 1.915.

De acordo com a corporação, o motorista permanecia preso na manhã desta sexta-feira (20) e vai responder por embriaguez ao volante e dano ao patrimônio público.
Poste quebrou e caiu sobre a Avenida Sarah Kubitschek, em Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Carro também ficou destruído após colisão contra poste(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
FONTE G1 VIA FACEBOOK

Governo da Indonésia chama de volta ao país embaixador no Brasil Dilma decidiu nesta sexta adiar recebimento de credenciais de indonésio. Mal-estar diplomático começou após execução de brasileiro no país.


Governo da Indonésia chama de volta ao país embaixador no Brasil
Dilma decidiu nesta sexta adiar recebimento de credenciais de indonésio.
Mal-estar diplomático começou após execução de brasileiro no país.
Filipe MatosoDo G1, em Brasília



O Ministério das Relações Exteriores da Indonésia chamou de volta ao país nesta sexta-feira (20) o embaixador no Brasil, Toto Riyanto, após a presidente Dilma Rousseff decidir adiar o recebimento das credenciais do diplomata. Em nota, o órgão informou ainda ter convocado para uma reunião o embaixador brasileiro em Jacarta, Paulo Soares.

Em janeiro, a execução do brasileiro Marco Archer por tráfico de drogas pelo governo indonésio gerou um mal-estar diplomático entre Brasília e Jacarta. O governo chegou a pedir clemência para Archer, mas não foi atendido. Outro brasileiro, Rodrigo Gularte, também foi condenado e deve ser fuzilado.

“O governo da Indonésia chamou de volta para casa, em Jakarta, o embaixador da Indonésia designado para o Brasil até o tempo determinado pelo governo do Brasil para a apresentação de suas credenciais.”, informou.

O G1 procurou o Itamaraty, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.


Segundo a presidente Dilma, o governo brasileiro decidiu “atrasar” o recebimento da documentação do embaixador. Ela destacou que, antes de autorizar a atuação do diplomata, quer ter clareza sobre a situação das relações diplomáticas entre as duas nações.O recebimento das credenciais dos embaixadores pelo presidente da República é uma formalidade que marca oficialmente o começo das atividades dos diplomatas. Na prática, com o ato, o presidente passa a reconhecer que o embaixador representa o Estado no Brasil.

“Achamos importante que haja uma evolução na situação para que a gente tenha clareza em que condições estão as relações da Indonésia com o Brasil. Na verdade, o que fizemos foi atrasar um pouco o recebimento de credenciais, nada mais que isso”, disse a presidente.

Segundo o G1 apurou, o diplomata indonésio chegou a ir na manhã desta sexta ao Palácio do Planalto para participar da cerimônia. Porém, antes do início evento, ele foi chamado para uma conversa reservada e avisado pelo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, da decisão da presidente Dilma de adiar o recebimento das credenciais.

Na avaliação do Ministério das Relações Exteriores da Indonésia, o ato do governo brasileiro foi “hostil” e "abrupto". Em nota, o órgão informou ter apresentado ao embaixador Paulo Soares “nota formal de protesto”. O ministério também informou considerar "inaceitável" a forma como o governo brasileiro adiou a apresentação das credenciais do embaixador indonésio.

“O ministro das Relações Estrangeiras convocou o embaixador brasileiro na Indonésia neste dia 20 de fevereiro de 2015, às 22h, para transmitir o mais forte possível os protestos para a hostil ação do governo do Brasil [de não receber as credenciais] e apresentou uma nota formal de protesto”, completou.

A crise
No mesmo dia em que o brasileiro Marco Archer foi executado, Dilma divulgou nota oficial na qual se disse "consternada e indignada" com a decisão do governo da Indonésia e anunciou que havia decidido chamar o embaixador brasileiro em Jacarta para "consultas". Na linguagem diplomática, chamar um embaixador para consultas representa uma espécie de agravo ao país no qual está o embaixador.

Um dia antes da execução de Marco Archer, o assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, disse que o fato de o governo indonésio não aceitar os pedidos de clemência criaria “sombra” nas relações diplomáticas entre os países. Dilma havia apelado pessoalmente ao colega da Indonésia para tentar evitar a execução.

Veja a íntegra da nota do governo indonésio:

O Ministério de Relações Exteriores da República da Indonésia lamenta profundamente a ação do Governo do Brasil de adiar abruptamente a apresentação das credenciais do embaixador da Indonésia designado para o Brasil, o Sr. Toto Riyanto, depois de ter sido formalmente convidado a apresentar suas credenciais em uma cerimônia no Palácio Presidencial do Brasil às 9h (horário brasileiro), 20 de fevereiro de 2015.

A maneira como o ministro das Relações Exteriores do Brasil informou repentinamente sobre o adiamento da apresentação de credenciais pelo Embaixador da Indonésia designado para o Brasil, quando o embaixador designado já estava no palácio, é inaceitável para a Indonésia.

O Ministério das Relações Exteriores convocou o embaixador brasileiro na Indonésia em 20 de fevereiro de 2015, às 22h, para transmitir os termos mais fortes possíveis de protesto para o ato hostil do governo do Brasil, e apresentou uma nota formal de protesto.

O governo da Indonésia também chamou de volta para casa, em Jakarta, o embaixador da Indonésia designado para o Brasil até o tempo determinado pelo governo do Brasil para a apresentação de suas credenciais.

Como um estado democrático soberano com a sua própria soberania, sistema de justiça independente e imparcial, nenhum país estrangeiro nem partido pode nem deve interferir na implementação das leis vigentes da Indonésia dentro de sua jurisdição, inclusive na aplicação de leis para lidar com o tráfico de drogas.
FONTE G1

VEICULO FURTADO EM LUZIANIA QUEM TIVER ALGUMA INFORMAÇÃO LIGAR NO 61 99656532



FOI FURTADO UM VEICULO FIAT UNO ANO 1999 QUEM SOUBER DE ALGUMA INFORMAÇÃO QUE LEVE A ENCONTRAR ESSE VEICULO NOS AVISE POR FAVOR COMPARTILHE ESSA MATÉRIA 


ESSE CARRO FOI ROUBADO NA CIDADE DE LUZIANIA NO ULTIMO SABADO DE CARNAVAL POR VOLTA DAS 01;30 DA MADRUGADA . ESSE CARRO É UMA FERRAMENTA DE TRABALHO E SEU PROPRIETÁRIO ESTA PRECISANDO MUITO DESSE APOIO***


http://sgtaciolly.blogspot.com.br/

Organizador de protesto pelo impeachment de Dilma diz que PT forçou a em...

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

O Impeachment de Dilma está subindo a rampa do Planalto.


O Impeachment de Dilma está subindo a rampa do Planalto.



Com a divulgação do depoimento de Pedro Barusco, ex-gerente da diretoria de Serviços da Petrobras, prestado em Novembro de 2014, portanto, um mês após as eleições, o Impeachment de Dilma Rousseff sobe a rampa do Planalto. Pelo menos, é isso que um país sério deveria considerar. Barusco, que assinou a delação premiada, revelou que o PT recebeu US$ 200 milhões de propina entre 2003 e 2013, sendo que pelo menos US$ 50 mi teriam passados na mão de João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, que, hoje, se recusou a abrir suas portas para a Polícia Federal, que pulou o muro de sua casa. Barusco contou que seu ex-chefe e apadrinhado de José Dirceu, Renato Duque, pedia R$50 mil semanais de propinas da Petrobras, e que o mesmo continuou a recebê-las no exterior, depois de ter saído em 2012.


Enquanto o Mensalão era julgado, o Petrolão estava a pleno vapor. Dilma foi eleita com dinheiro sujo. Ela esteve ligada à Petrobras nos últimos anos, em cargos de completa responsabilidade sobre os fatos. Dilma sabia. Lula também sabia. O crime é de responsabilidade. Ambos devem ir para a cadeia. Com a declaração de Barusco, que a PF já sabia há 3 meses, espera-se que o Ministério Público Federal junte as provas e a oposição protocole o pedido de impeachment de Dilma Vana Rousseff, a “breve”, como apelidou o historiador Marco Antonio Villa.


Fonte: www.diariodacorteoficial.com por Alexandre Karamazov.
fonte..http://informandoedetonando.blogspot.com.br/2015/02/o-impeachment-de-dilma-esta-subindo.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+InformandoEDetonando+(INFORMANDO+E+DETONANDO).

LUZIANIA GOIÁS O POVO AGRADECE AO EMPENHO DO EXECUTIVO MUNICIPAL EM PARCERIA COM A SECRETARIA DE SEGURANÇA PUBLICA POIS NESSA PARCERIA QUEM GANHA É O POVO O CIDADÃO DE BEM DE NOSSO MUNICÍPIO***


O POVO AGRADECE AO EMPENHO DO EXECUTIVO MUNICIPAL EM PARCERIA COM A SECRETARIA DE SEGURANÇA PUBLICA POIS NESSA PARCERIA QUEM GANHA É O POVO O CIDADÃO DE BEM DE NOSSO MUNICÍPIO***Alguns pontos importantes que merecem ser destacados quanto ao carnaval aqui em Luziânia e Jardim Ingá:
1. Quesito segurança, nota 10!
2. Quesito valorização dos artistas locais, nota 10!
3. Quesito animação da galera, nota 10!
4. Quesito economia de recursos, nota 10!
5. Quesito altura do som e horário para terminar a festa, nota 10!
6. Quesito organização geral, nota 10!
Destaque também para equipe de pronto atendimento, que se fez presente o tempo todo, assim como a Polícia Militar, garantido total segurança para os foliões daqui e os muitos que vieram de fora. Foi o melhor carnaval que presenciei aqui na cidade. Prefeito Cristóvão e seus liderados estão de parabéns pelo evento.


PROMOÇÃO PM GOIÁS *** COMANDANTE GERAL DA PMGO ATENDE REIVINDICAÇÃO DA ACS-ASSEGO-ASSOF E IRÁ PROMOVER 1896 PRAÇAS EM MAIO DE 2015:

COMANDANTE GERAL DA PMGO ATENDE REIVINDICAÇÃO DA ACS-ASSEGO-ASSOF E IRÁ PROMOVER 1896 PRAÇAS EM MAIO DE 2015: "O Comandante Geral da Policia Militar do Estado de Goiás, Coronel Silvio Benedito Alves, mais uma vez se sensibilizou com os graves prejuízos sofridos pelas Praças da PMGO ao longo dos anos pretéritos e atendeu a reivindicação das Associações de Cabos e Soldados (ACS), Subtenentes e Sargentos (ASSEGO) e dos Oficiais (ASSOF), onde irá promover no dia 21 de maio de 2015, número recorde de Praças. Serão promovidos pelos critérios de merecimento e antiguidade: QPPM: (1.044 CABOS/339 3º SGT/267 2º SGT/117 1º SGT/69 ST) QPS: (06 1ºSGT/09 ST), QPM MUSICO: (12 2º SGT/21 1º SGT/12 ST). De acordo com o Presidente da ASSEGO Subtenente Cláudio, "as 03 Entidades também apresentaram ao Comandante Geral a possibilidade de redução ao interstício, bem como reivindicação para que sejam promovidos em julho de 2015, quantidade significativa de Oficiais da PMGO".

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Brasileiro inventor de 'luz engarrafada' tem ideia espalhada pelo mundo


Brasileiro inventor de 'luz engarrafada' tem ideia espalhada pelo mundo
Gibby ZobelDe Uberaba para o serviço mundial da BBC

13 agosto 2013Compartilhar
Criador e criatura: Moser criou a lâmpada durante a série de apagões que o Brasil enfrentou em 2002

Alfredo Moser poderia ser considerado um Thomas Edison dos dias de hoje, já que sua invenção também está iluminando o mundo.

Em 2002, o mecânico da cidade mineira de Uberaba, que fica a 475 km da capital Belo Horizonte, teve o seu próprio momento de 'eureka' quando encontrou a solução para iluminar a própria casa num dia de corte de energia.

Para isso, ele utilizou nada mais do que garrafas plásticas pet com água e uma pequena quantidade de cloro.

Nos últimos dois anos, sua ideia já alcançou diversas partes do mundo e deve atingir a marca de 1 milhão de casas utilizando a 'luz engarrafada'.

Mas afinal, como a invenção funciona? A reposta é simples: pela refração da luz do sol numa garrafa de dois litros cheia d'água.

"Adicione duas tampas de cloro à água da garrafa para evitar que ela se torne verde (por causa da proliferação de algas). Quanto mais limpa a garrafa, melhor", explica Moser.

Moser protege o nariz e a boca com um pedaço de pano antes de fazer o buraco na telha com uma furadeira. De cima para baixo, ele então encaixa a garrafa cheia d'água.

"Você deve prender as garrafas com cola de resina para evitar vazamentos. Mesmo se chover, o telhado nunca vaza, nem uma gota", diz o inventor.

Outro detalhe é que a lâmpada funciona melhor se a tampa for encapada com fita preta.A ideia de Moser já é utilizada em mais de 15 países onde energia é escassa

"Um engenheiro veio e mediu a luz. Isso depende de quão forte é o sol, mas é entre 40 e 60 watts", afirma Moser.

Assista: Lâmpada misteriosa está acesa há 110 anos nos EUA
Apagões

A inspiração para a "lâmpada de Moser" veio durante um período de frequentes apagões de energia que o país enfrentou em 2002. "O único lugar que tinha energia eram as fábricas, não as casas das pessoas", relembra.

Moser e seus amigos começaram a imaginar como fariam um sinal de alarme, no caso de uma emergência, caso não tivessem fósforos.

O chefe do inventor sugeriu na época utilizar uma garrafa de plástico cheia de água como lente para refletir a luz do sol em um monte de mato seco e assim provocar fogo.

A ideia ficou na mente de Moser que, então, começou a experimentar encher garrafas para fazer pequenos círculos de luz refletida.

Não demorou muito para que ele tivesse a ideia da lâmpada.

Quanto gasta de energia?
As lâmpadas feitas com as garrafas plásticas não necessitam de energia para serem produzidas, já que o material pode ser coletado e reaproveitado pelos moradores da própria comunidade.
A 'pegada de carbono' - unidade que mede o quanto de CO2 é dispensado na atmosfera para se produzir algo - deuma lâmpada incandescente é 0,42kg de CO2.
Uma lâmpada de 50 watts, ligada por 14 horas por dia, por um ano, tem 'pegada de carbono' de quase 200kg de CO2.
As lâmpadas de Moser também não emitem CO2quando 'ligadas'.

Fonte: ONU

"Eu nunca fiz desenho algum da ideia".

"Essa é uma luz divina. Deus deu o sol para todos e luz para todos. Qualquer pessoa que usar essa luz economiza dinheiro. Você não leva choque e essa luz não lhe custa nem um centavo", ressalta Moser.

Leia também na BBC Brasil: Como iluminar um quarto por 40 dias só com uma batata
Pelo mundo

O inventor já instalou as garrafas de luz na casa de vizinhos e até no supermercado do bairro.

Ainda que ele ganhe apenas alguns reais instalando as lâmpadas, é possível ver pela casa simples e pelo carro modelo 1974 que a invenção não o deixou rico. Apesar disso, Moser aparenta ter orgulho da própria ideia.

"Uma pessoa que eu conheço instalou as lâmpadas em casa e, em um mês, economizou dinheiro suficiente para comprar itens essenciais para o filho que tinha acabado de nascer. Dá para imaginar?", comemora Moser.

Carmelinda, a esposa de Moser por 35 anos, diz que o marido sempre foi muito bom para fazer coisas em casa, até mesmo para construir camas e mesas de madeira de qualidade.

Mas parece que ela não é a única que admira o marido inventor.

Illac Angelo Diaz, diretor executivo da fundação de caridade MyShelter, nas Filipinas, parece ser outro fã.Moser afirma que a lâmpada funciona melhor se a boca for coberta por fita preta

A instituição MyShelter se especializou em construção alternativa, criando casas sustentáveis feitas de material reciclado, como bambu, pneus e papel.

Para levar à frente um dos projetos do MyShelter, com casas feitas totalmente com material reciclado, Diaz disse ter recebido "quantidades enormes de garrafas".

"Nós enchemos as garrafas com barro para criamos as paredes. Depois enchemos garrafas com água para fazermos as janelas", conta.

"Quando estávamos pensando em mais coisas para o projeto, alguém disse: 'Olha, alguém fez isso no Brasil. Alfredo Moser está colocando garrafas nos telhados'", relembra Diaz.

Seguindo o método de Moser, a entidade MyShelter começou a fazer lâmpadas em junho de 2011. A entidade agora treina pessoas para fazer e instalar as garrafas e assim ganharem uma pequena renda.

Nas Filipinas, onde um quarto da população vive abaixo da linha da pobreza (de acordo com a ONU, com menos de US$ 1 por dia) e a eletricidade é muito cara, a ideia deu tão certo, que as lâmpadas de Moser foram instaladas em 140 mil casas.

As luzes 'engarrafadas' também chegaram a outros 15 países, dentre eles Índia, Bangladesh, Tanzânia, Argentina e Fiji.

Diaz disse que atualmente pode-se encontrar as lâmadas de Moser e comunidades vivendo em ilhas remotas. "Eles afirmam que eles viram isso (a lâmpada) na casa do vizinho e gostaram da idéia".

Pessoas em áreas pobres também são capazes de produzir alimentos em pequenas hortas hidropônicas, utilizando a luz das garrafas para favorecer o crescimento das plantas.


Alfredo Moser mudou a vida de um enorme número de pessoas, acredito que para sempreIllac Angelo Diaz, diretor executivo da fundação de caridade MyShelter nas Filipinas

Diaz estima que pelo menos um milhão de pessoas irão se beneficiar da ideia até o começo do próximo ano.

"Alfredo Moser mudou a vida de um enorme número de pessoas, acredito que para sempre", enfatiza o representante do MyShelter.

"Ganhando ou não o prêmio Nobel, nós queremos que ele saiba que um grande número de pessoas admiram o que ele está fazendo".

Mas será que Moser imagina que sua invenção ganharia tamanho impacto?

"Eu nunca imaginei isso, não", diz Moser emocionado.

"Me dá um calafrio no estômago só de pensar nisso".

fonte....http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/08/130813_lampada_garrafa_gm?ocid=wspor_bra_smc_facebook_ed_fe_Garrafa_

IMPOSTOS Receita Federal deposita nesta quarta lote residual do Imposto de Renda

IMPOSTOS

Receita Federal deposita nesta quarta lote residual do Imposto de Renda

Consultas podem ser feitas pelo site, por telefone ou aplicativos para smartphones e tablets


Da Agência Brasil    Postado em: 18/02/2015 10:47

(Foto: Reprodução)
Compartilhar 0
A Receita Federal deposita nesta quarta-feira R$ 300 milhões em restituições do lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física das declarações de 2008 (ano-base 2007) a 2014 (ano-base 2013). Ao todo, foram contemplados 160.715 contribuintes.

As consultas ao lote residual podem ser feitas pelo site da Receita Federal, pelo telefone 146 ou pelos aplicativos da Receita Federal para tablets e smartphones.

Caso o valor não seja creditado nas contas informadas na declaração, o contribuinte deverá receber o dinheiro em qualquer agência do Banco do Brasil.

Também é possível ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, no nome do declarante, em qualquer banco.
fonte e mais Goias

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM