ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

quinta-feira, 30 de abril de 2015

APÓS SE RECUSAREM A PARTICIPAR DE CERCO, 17 PMS SÃO PRESOS NO PARANÁ Na tarde desta quarta-feira, um novo confronto entre a Polícia Militar e professores deixou mais de 200 pessoas feridas


APÓS SE RECUSAREM A PARTICIPAR DE CERCO, 17 PMS SÃO PRESOS NO PARANÁ

Na tarde desta quarta-feira, um novo confronto entre a Polícia Militar e professores deixou mais de 200 pessoas feridas
image: http://www.clicrbs.com.br/rbs/image/17372733.jpg?w=8

A Polícia Militar paranaense informou que 17 policiais foram presos nesta quarta-feira por se recusarem a participar do cerco aos professores que estavam nas proximidades da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para acompanhar a votação do projeto que autoriza o governo estadual a mexer no fundo de previdência dos servidores do Estado. A Alep alegava ter recebido uma liminar da Justiça que garantia o veto a entrada de pessoas para acompanhar a votação.


Na tarde desta quarta-feira, um novo confronto entre a Polícia Militar e professores deixou mais de 200 pessoas (a maioria professores) feridas, segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Algumas delas estão em estado grave. A Tropa de Choque fazia um cerco ao prédio Alep, quando o conflito começou e os manifestantes foram agredidos.


Um dos líderes sindicais ligado aos professores disse que o projeto seria votado, independentemente dos protestos contrários e, então, a PM teria avançado em direção aos manifestantes. Tiros de bala de borracha e bombas de gás lacrimogêneo foram lançados. Lideranças que estavam sobre um caminhão, no Centro Cívico, passaram a pedir ambulâncias para cuidar das pessoas feridas.


Em nota publicada no final da tarde desta quarta-feira, o governo do Paraná lamentou os episódios de violência e atribuiu o confronto ao "radicalismo" e à "irracionalidade" de "manifestantes estranhos ao movimento dos servidores estaduais".
FONTE: ZH NOTICIAS
Read more at http://blogdocabojulio.blogspot.com/2015/04/apos-se-recusarem-participar-de-cerco.html#A1GcW7yVA7zrmCze.99

Em horário de folga, Militar do 10º BPM reconhece foragida e toma as providências legais.


Quinto Crpm
28 de abril às 15:49 ·

Em horário de folga, Militar do 10º BPM reconhece foragida e toma as providências legais.

Na manhã de hoje, dia 28 de abril, em seu horário de folga, o Sargento Leal pertencente ao 10º BPM, em Luziânia, estava em um dos caixas eletrônicos da Farmácia Popular, situada na Avenida Dr João Teixeira, no Centro da cidade, quando reconheceu uma mulher que tinha em seu desfavor, um Mandado de Prisão em aberto, desde fevereiro do corrente ano, por Tráfico de Drogas, com base no Artigo 33 do Código Penal.

Diante da situação, o militar solicitou o apoio do CPU do 10º BPM Subtenente Elvis, que de imediato, determinou que a equipe composta pelo Sargento De Souza e Cabo Gutemberg deslocasse, para apresentação da foragida à Autoridade Policial competente, e a tomada de providências cabíveis, no CIOPS da Vila Guará.

O fato mostra como os militares da Polícia Goiana estão atentos mesmo quando em folga, agindo em prol da sociedade com a utilização dos meios necessários para inibir condutas criminosas, e o cumprimento da Lei de um modo geral.

Fonte: Soldado Luciana P/5 5º CRPM—

DEU VOZ DE ASSALTO MAS NÃO CONTAVA COM O FATOR SURPRESA A VITIMA ÉRA UM POLICIAL A PAISANA ISSO ACONTECEU EM LUZIANIA GOIÁS. POLICIAL NADA SOFREU E O BANDIDO SE LASCOU***


EDITADO
Nesse caso Graças a Deus e ao tirocínio Policial  essa ocorrência teve um desfecho tranquilo mas vamos ficar atentos pois a criminalidade não esta brincando e a Policia Está em todo o Lugar  vamos combater o Crime e que Deus Guarde nossos Policiais irmãos de farda ou Policiais Civis.VAMOS CUMPRIR COM O NOSSO DEVER E DAR A RESPOSTA DENTRO DOS TRAMITES DAS LEIS VIGENTES  LUGAR DE BANDIDO É NA CADEIA  BANDIDO BOM É BANDIDO PRESO***
Quinto Crpm


Homem tenta roubar Soldado da PM e acaba detido com revólver calibre 38.

A equipe do 10º BPM composta pelo Cabo Roberto e pelo Soldado Carlos foi acionada via COPOM para realizar um deslocamento até a residência de um Soldado, situada no Parque JK, em Luziânia, onde vizinhos ouviram tiros.
Quando chegaram ao local indicado, os policiais receberam a informação de que a vítima havia sofrido uma tentativa de roubo, em frente à sua casa. Ele estaria chegando e no momento em que abria o portão, foi surpreendido por um indivíduo que atravessou a pista e aproximadamente, a 15 metros de distância, sacou uma arma de fogo e anunciou o assalto.
De imediato, o Soldado abrigou-se atrás do muro, e se preparou para revidar a injusta agressão. Assim, o assaltante empreendeu fuga, tomando rumo ignorado. Ele foi encontrado, logo depois, na UPA de Valparaíso, onde a equipe composta pelo Sargento Laurentino e Cabo Maciel fizeram a identificação e prisão.
O homem confessou a autoria do crime e afirmou a utilização de um simulacro de arma de fogo e que estaria em sua residência, na Cidade Osfaya. Porém, após busca domiciliar, foi encontrado um celular jogado no quintal, e dentro de uma sacola preta, um revólver calibre 38 com 03 munições intactas.
Diante dos fatos, o homem e tudo que foi encontrado, foi encaminhado ao CIOPS e entregue à Autoridade Policial competente, que lavrou o Auto de Prisão em Flagrante com base no Artigo 157 do Código Penal, e no Artigo 14 da Lei 10826/03.
Fonte: Soldado Luciana P/5 5º CRPM

ENTORNO DE BRASILIA PROATIVIDADE***Quinto Crpm GPT do 19º BPM prende ladrões de carro, pouco depois do crime.



Quinto Crpm
GPT do 19º BPM prende ladrões de carro, pouco depois do crime.



A equipe do Grupo de Patrulhamento Tático do 19º BPM composta pelo Sargento Figueiredo, Soldado Willian Costa, Soldado Jemerson e Soldado Aguiar estava em patrulhamento, quando foi informada pelo CPU que um veículo Hillux de cor prata, havia sido roubado, no Gama e teria seguido sentido Novo Gama.
Com base nas informações, os militares iniciaram a busca nas prováveis rotas de fuga, passando pelo veículo na altura da parada 12. Ao ser dado ordem de parada, o veículo empreendeu fuga, colocando em risco os demais condutores e pedestres.
Alguns quilômetros depois, 02 indivíduos saltaram do veículo ainda em movimento, na intenção de enganar os policiais. No entanto, foram abordados conforme preconiza o Procedimento Operacional Padrão, enquanto o carro colidiu no muro de uma residência.
Os dois indivíduos foram conduzidos a 20ª DP, no Gama-DF, onde foram autuados em flagrante, pelo Artigo 157 do Código Penal.
Fonte: Soldado Luciana P/5 5º CRPM


quarta-feira, 29 de abril de 2015

ATENÇÃO POLICIAIS CUIDADO COM FOGO AMIGO "VERBALIZAÇÃO" E TIROCÍNIO TODO CUIDADO É POUCO***

Esse fato aconteceu em Minas Gerais porém é mais comun do que se imaginam.  Acontece  em nosso dia a dia e muitas vezes  a falta de dialogo ou até mesmo a precipitação pode levar a  tragédia .

BO:11543023
Endereço: Av. Augusto de Gois, Bairro Pongelupe,( próximo a Praça da FEBEM)
/ 41º BPM/11ª Cia
Segundo informações três militares que estavam de folga e paisana, foram praticar tiros no local ermo (matagal). Quando os militares estavam retornando após o treino, depararam com um casal. A Investigadora da Policia Civil Fabiana Aparecida Sales, Masp 12428058, Lotada na DP Ibirite, e marido dela que não é Policial, enquadraram os militares acreditando ser um assalto. Os militares também acreditando que o casal seriam assaltantes, reagiram. Nenhuns dos envolvidos se identificaram na abordagem. Momento em que houve o desacerto, e a troca de tiros. A investigadora foi alvejada com um disparo, e o marido dela veio a óbito no local. O marido da investigadora que estaria armado não é policial civil. Os militares não foram alvejados, e já estão na sede do 41º BPM, sendo ouvidos pelo CPU. A investigadora foi socorrida para Hospital Júlia Kubistchek. Os militares seriam Sd Hamilto 5º BPM, Sd André e Sd Fernandes ambos do 41º BPM. No local foram apreendidas 02 armas. Em tempo antes do fato, teve vários chamados no 190, de disparos de arma de fogo no local. Ocorrência em andamento.

 fontehttp://www.blogdarenata.com/2015/04/preliminares.html

O governador do Estado de Goiás parabeniza em rede social, Policiais pelo empenho e dedicação na solução do caso do sequestro do Paulinho, filho do Paulo Antônio Silva, da Fazenda Jaboticabal.

O governador do Estado de Goiás parabeniza  em rede social, Policiais pelo empenho e dedicação na solução do caso do sequestro  do Paulinho, filho do Paulo Antônio Silva, da Fazenda Jaboticabal.  
O empenho, a estratégia e o trabalho sigiloso da nossa polícia foram responsáveis por solucionar o sequestro do Paulinho, filho do Paulo Antônio Silva, da Fazenda Jaboticabal, em Hidrolândia. Toda ação policial teve como foco a preservação da integridade física da vítima. Acompanhei tudo desde o início, tive muitas noites de preocupação, mas a sabedoria e a competência de todos os agentes, de todos os delegados, todos profissionais envolvidos na operação foram determinantes para o final feliz. Parabéns policiais goianos, nosso Estado se orgulha de todos vocês! Bom dia a todos!
fonte https://www.facebook.com/MarconiPerillo/photos/pcb.841776302570027/841776152570042/?type=1&theater

terça-feira, 28 de abril de 2015

BRASIL VAI PERDER TERRITÓRIO PARA A ONU - OIT 169

Polícia encontra veneno de rato com suspeitos de sequestrar garota no DF Um dos jovens é ex-namorado da vítima e teve relação sexual com ela no cativeiro


Polícia encontra veneno de rato com suspeitos de sequestrar garota no DF
Um dos jovens é ex-namorado da vítima e teve relação sexual com ela no cativeiro
Kelly Almeida

A Polícia Civil apresentou, nesta segunda-feira (27/4), três suspeitos de envolvimento no sequestro de uma menina de 13 anos, em Planaltina. Um dos garotos é ex-namorado da vítima e teve relação sexual com ela no cativeiro. Com o grupo, a polícia encontrou duas porções de veneno de rato.

Jovem de 1Jhonatan Pereira Lima, 20 anos, o ex-namorado da vítima, Matheus Soares de Oliveira, 19 anos e Josué Lima dos Reis, 18 anos, irão responder por sequestro e cárcere privado, no âmbito da Lei Maria da Penha. Jhonatan ainda responderá por estupro de vulnerável. Eles foram detidos no último domingo (26/4), quando a garota foi localizada. Eles estavam Arinos (MG). O sequestro ocorreu na sexta-feira (24/4).
O plano deles, de acordo com os investigadores, era fugir para a Barreiras, na Bahia.Segundo o diretor da Divisão de Repressão a Sequestro, Leandro Ritt, o sequestro poderia terminar em tragédia. "Ele não aceitava o fim do relacionamento. Está perturbado e dá informações contraditórias. Acreditamos que ele poderia usar o veneno de rato para matar a menina e depois se matar", diz o delegado.

Ainda de acordo com a polícia, o relacionamento de Jhonatan e a garota começou quando a menina tinha 12 anos e acabou há cerca de um mês. Jhonatan não aceitaria o fim do relacionamento e, por isso, a sequestrou com a ajuda dos amigos. Eles usaram uma arma de fogo pra sequestrá-la. Na abordagem, segundo a polícia, os jovens bateram na adolescente.
CORREIO BRAZILIENSE

Briga entre direção e corpo docente da Escola de Música prejudica semestre Confusão instala clima de guerra na instituição


Briga entre direção e corpo docente da Escola de Música prejudica semestre
Confusão instala clima de guerra na instituição
Nahima Maciel
O sucateamento é um dos piores problemas da escola, que agora vive clima de tensão com briga entre professores e direção
A Escola de Música de Brasília (EMB) virou um terreno de insatisfações cultivadas ao longo do último ano e que afetaram o andamento administrativo e pedagógico da instituição. Descontente com a atuação de Ayrton Pisco, atual diretor da escola e eleito pelos membros da instituição no final de 2013, um grupo de professores e integrantes do Conselho Escolar quer a exoneração do atual gestor sob alegação de má gestão e difamação.

A guerra entre a direção e parte do corpo docente foi instalada no fim do ano passado, quando os professores decidiram não realizar o Curso Internacional de Verão da Escola de Música (Civebra) caso fosse feito no modelo proposto pela Secretaria de Educação. Na semana passada, a situação piorou quando Pisco conseguiu na Justiça uma liminar para impedir a realização de uma assembleia do Conselho Escolar durante a qual os professores votariam um documento para sugerir ao governador a exoneração do diretor. Desde então, uma lista de problemas e desentendimentos veio à tona e opôs um grupo de 193 professores à direção da escola. No total, a EMB conta com um corpo docente de 220 pessoas.

Os professores acusam Pisco de ferir a Lei da Gestão Democrática 4.751/2012 ao não acatar as recomendações do Conselho Escolar sobre a gestão e administração da entidade. Segundo eles, Pisco não nomeou os sete coordenadores responsáveis por orientar os alunos, não participa das reuniões de coordenação, mudou o nome da escola à revelia da comunidade e ignorou o plano de distribuição de aulas proposto pelo corpo docente, o que já teria perturbado o primeiro semestre de aulas. “Estamos sofrendo com a falta de visão do que a escola precisa. A nossa insatisfação ficou maior a partir de abril de 2014, porque ele não participava das reuniões”, diz Oswaldo Amorim, professor de contrabaixo elétrico.

Difamação

Para o diretor, os professores estariam enfurecidos porque ele decidiu cobrar presença e cortar o ponto dos faltosos. “Uma vez na direção, me vi diante de práticas que eram lesivas à boa administração: não ter rigor na assinatura do ponto nem no cumprimento de horário de trabalho. Fiquei chocado com isso. Não sou um representante para defender o interesse corporativo, sou um gestor público”, garante Pisco. A acusação indignou os professores, que se sentiram difamados. “É fácil fazer uma acusação dessas e não apresentar provas. Nunca defendemos privilégio nem picaretagem, porque isso faz mal para toda uma classe”, diz Amorim.

Para o violonista Roberto Corrêa, a situação é catastrófica. No ano passado, ele chegou a ser devolvido para a Secretaria de Cultura por “não ter habilitação específica”, segundo um procedimento de remanejamento assinado pela então assessora da Coordenação Regional de Ensino do Plano Piloto, Sirley Azevedo. “O que a gente está vivendo aqui é um clima de opressão”, diz Corrêa, que pede ao diretor que, se há professores que não dão aula e assinam o ponto, que ele se dirija a eles e não à classe.

fonte CORREIO BRAZILIENSE

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Vitória! Justiça confirma: O direito da livre manifestação dos militares estaduais.


Vitória! Justiça confirma: O direito da livre manifestação dos militares estaduais.







.

Associação de Praças do Estado do Paraná, pessoa jurídica de direito privado, reconhecida e declarada como Entidade de Utilidade Pública, sem fins lucrativos, regidas por normas de direito privado, não considerada militar, vem, respeitosamente perante todos os Profissionais de Segurança Pública do Estado do Paraná, informar que:

Contato: 41 – 9997-0871

juridico@aprapr.org.br



Dr. Davi da VAJME/PR da uma aula sobre o direito da livre manifestação dos militares estaduais, fruto doHABEAS CORPUS protocolado pela Entidade.



01. Observe as principais considerações elencadas pela Entidade no Habeas Corpus da relatoria do Magistrado:

“A respeito do que consta na petição inicial, é certo que a Constituição Federal garante aos cidadãos, civis oumilitares (grifei) o direito à livre manifestação, conforme artigo 5° IV da Carta Magna.

A questão da livre manifestação do pensamento foi tratada como um direito e garantia fundamental do indivíduo, verdadeiro tesouro para o exercício da cidadania e preservação da dignidade da pessoa humana (art. 1º I e II da CF).

O legislador constitucional consagrou algo que é da essência de qualquer ser humano, o que seja, o livre pensar. Interpretando a contrário senso, temos como regra geral, a repulsa da sociedade brasileira à implementação de instrumentos de controle e censura da manifestação do pensamento.

Negar ao homem o direito de pensar é algo tão odioso quanto inútil, eis que é do espírito humano pensar, é da natureza dos seres vivos ser livre.

O D. Juízo faz as considerações sobre os direitos básicos de cidadão dos policiais e bombeiros militares:

“Embora o militar exerça função importante de caráter especialíssimo, regido pelos princípios da hierarquia e disciplina, não pode ter relegado seus direitos básicos de cidadão (grifei).”

E segue, agora com a vedação de atos grevistas, e não da manifestação pacífica e ordeira em busca de direitos legítimos:

“O que a Constituição da República veda aos militares é a greve (art. 142, parágrafo 3°, inciso IV), o que difere da manifestação do pensamento de forma pacífica e ordeira que não prejudique a prestação do serviço público, em busca de direitos que julgam legítimos ou contra abusos de autoridades constituídas (grifei).”

O Magistrado comenta sobre situações que não devem ser justificativas para instauração de procedimentos persecutórios:

“De modo que as manifestações, ainda que críticas, que sigam um padrão de civilidade e razoabilidade, expostas pelos meios de comunicação hoje disponíveis (Facebook, whatsapp, etc.) não devem justificar a instauração de procedimentos persecutórios (grifei).”

E ainda, comenta sobre a inadmissibilidade de perseguições posteriores com a instauração de procedimentos disciplinares ou criminais pelo simples fato de participarem de atos públicos pacíficos e ordeiros:

“Da mesma forma seria inadmissível aceitar eventuais perseguições posteriores com a instauração de procedimentos disciplinares ou criminais contra militares, pelo simples fato de terem participado de atos públicos ordeiros (grifei).”

A Constituinte também aparece como previsão legal que autoriza a reunião pacífica e em local aberto ao público:

“A própria Constituição da República em seu art. 5º, inciso XVI, prevê a possibilidade de reunião pacífica e em local aberto ao público:

“XVI – todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;”

Devemos preservar a dignidade daquele que tem o direito de expressar-se livremente, bem como da pessoa natural ou jurídica que venha a ser ofendida pelo desmando do pensamento exposto. Assim, obviamente, entre os abrangidos pela tutela de proteção da norma constitucional, que rechaça a violência e a agressividade da linguagem, estão as Praças, os Oficiais (Comandantes ou não) e a própria honrosa Polícia Militar do Paraná(grifei).

Somente com esta cautela poderemos construir uma sociedade livre, justa e solidária, promovendo o bem de todos (grifei) (art. 3º I e IV da CF).”

02. Como visto, as considerações do Magistrado alicerça o direito de livre manifestação dos bombeiros e policiais militares, os quais devem pautar o exercício de seus direitos conforme balizas jurídicas constitucionais supracitadas. A Entidade tem o dever de reiterar para seus filiados, e também para toda classe policial, que os direitos fundamentais previstos na Constituição Federal de 1988, também são extensivos a classe dos militares estaduais, devendo ser alimentados diariamente, com o intuito de buscar a politização da classe policial, posto que integram e também fazem parte da Sociedade.

Venha fazer parte da Família!!!!

APRA/PR.

“Na vida temos duas opções: levantar a cabeça e lutar, ou se trancar em si mesmo e esperar que outros lutem por você”.

por Jayr Ribeiro Junior.

Artigo em pdf: VAJME – PR da uma aula sobre o direito da livre manifestação dos militares estaduais, fruto do HABEAS CORPUS protocolado pela Entidade.


Você concorda com essa atitude do prefeito? Está é a solução para diminuir a reincidência. Em Baependi /MG



Você concorda com essa atitude do prefeito? Está é a solução para diminuir a reincidência. Em Baependi /MG

Em parceria com a SUAPI ( Subsecretaria de Administração Prisional ) a Prefeitura de Baependi inicia projeto de limpeza e manutenção das ruas do nosso Município.
A Prefeitura de Baependi solicitou junto a Subsecretaria de Administração Prisional a utilização da mão de obra dos detentos na limpeza de ruas do Município. Todos os detentos que participam do projeto foram selecionados tendo por base seu bom comportamento.


Um reforço para o Município e ainda uma forma de contribuir para a recuperação dos presos, pois a atividade laborativa externa é uma das melhores formas de reinserção do preso em sociedade.

Prefeitura Municipal de Baependi /MG

domingo, 26 de abril de 2015

MAIS UM PM ASSASSINADO EM GOIÁS***



POLICIAL É MORTO POR ASSALTANTES EM FRENTE AOS FILHOS.

Um cabo da Polícia Militar foi morto a tiros em frente a uma distribuidora de bebidas no Jardim Curitiba 3, em Goiânia, na noite desta sexta-feira.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar (PM), o cabo Marcos Antônio Delfino, do 13º Batalahão da Pollícia Militar (PM), tinha parado na distribuidora com os seus filho para comprar refrigerante quando dois homens deram voz de assalto.


Ao perceber a ação dos bandidos, o policial reagiu e foi atingido pelos disparos. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
FONTE FACEBOOK





Cabo da PM é morto a tiros no Jardim Novo Mundo O crime aconteceu em um bar na Avenida Canaã


Cabo da PM é morto a tiros no Jardim Novo Mundo
O crime aconteceu em um bar na Avenida Canaã
(Foto: Divulgação/WhatsApp)

Um policial militar foi morto a tiros quando chegava ao bar Pantera, localizado na Avenida Canaã, no Jardim Novo Mundo, em Goiânia, na noite deste sábado (25/04).

Segundo informações da Polícia Militar (PM), três homens em um carro prata chegaram armado no bar e deram voz de assalto.

De acordo com a PM, o cabo Gilene Vieira da Silva, de 49 anos, que estava de folga, chegou ao local e presenciou o assalto. Os suspeitos reconheceram o policial e ao tentar correr, acabou sendo alvejado nas costas. O PM não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Após o crime, os suspeitos fugiram do local levando cerca de R$ 700,00.

A polícia ainda não tem pista dos suspeitos. O caso será investigado pela Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH)
Do Mais Goiás, em Goiânia Postado 

Parlamentares querem ajuda do Ministério da Justiça para coibir abusos em Goiás Por medo de retaliações, oito pessoas prestaram depoimento à comissão em uma sala reservada.


Parlamentares querem ajuda do Ministério da Justiça para coibir abusos em Goiás
Por medo de retaliações, oito pessoas prestaram depoimento à comissão em uma sala reservada.




Da Agência Brasil Postado em: 22/04/2015 08:34

(Foto: Divulgação)
Compartilhar 0



Parlamentares da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados vão procurar o Ministério da Justiça e outros órgãos federais para solicitar apoio no encaminhamento de ações e políticas públicas na cidade goiana de Cavalcante, a 300 quilômetros de Brasília. A comissão promoveu uma audiência pública na cidade nessa segunda-feira (20) e recebeu uma série de denúncias de trabalho doméstico infantil, abuso e exploração sexual de meninas da comunidade quilombola Kalunga e da própria cidade.

Por medo de retaliações, oito pessoas prestaram depoimento à comissão em uma sala reservada. Conselheiras tutelares e educadores sociais da cidade afirmam que já receberam até mesmo ameaças de morte. Existem denúncias ainda da existência de uma rede de aliciadores para o tráfico de pessoas que levaria meninas quilombolas para o turismo sexual na região e para o trabalho infantil doméstico em Brasília e Goiânia.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), teme que as denúncias apresentadas na audiência pública aumentem as ameaças à população. “Vamos atuar nesse acompanhamento para que efetivamente qualquer ameaça a qualquer pessoa que tenha participado desse evento seja considerada uma ameaça à comissão, portanto crime de responsabilidade da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança, caso seja necessário", destaca Paulo Pimenta, que também espera atuação mais firme em Cavalcante da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) e da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

Quilombola da comunidade do Engenho, Dalila Reis Martins, de 28 anos, contou na audiência pública que meninas kalungas vêm sendo submetidas há décadas ao trabalho infantil e a abuso sexual. Muitas delas seriam vítimas de uma rede de aliciadores que levaria meninas quilombolas para Brasília, Goiânia e Minaçu (norte de Goiás). Dalila passou por essas violações durante a infância e a adolescência. Foi submetida a trabalho infantil em Cavalcante e Brasília. Hoje trabalha para acolher outras meninas quilombolas na mesma situação.

"Já ajudei oito meninas, nove com a última agora, já ajudei a sair das casas das pessoas. É PM, é gente que trabalha no Ministério Público, é gente que trabalha na Esplanada, é advogado que sabe que não pode fazer isso", aponta Dalila, para quem o problema só vai se resolver com políticas públicas. “As famílias quilombolas estão vulneráveis por falta de apoio para desenvolver atividades econômicas, agrícolas, por falta de escolas, espaços de esporte e lazer. Vemos os pais de muitas meninas no alcoolismo e não sabemos como ajudar. São essas meninas que acabam indo para o trabalho doméstico e, em seguida, são submetidas a abuso e à exploração sexual.”

A Polícia Civil de Cavalcante ainda não abriu inquéritos para investigar a possível existência de uma rede de aliciadores de meninas quilombolas para o trabalho infantil doméstico em outras cidades. O Ministério Público local, no entanto, confirma que tem recebido denúncias sobre meninas que são levadas da comunidade quilombola Kalunga para Brasília e Goiânia. O delegado da Polícia Civil Diogo Barreira diz que há poucos agentes para fazer as investigações. Ele responde pelas delegacias de Cavalcante e Alto Paraíso, ambos na região da Chapada dos Veadeiros. “Os últimos concursos priorizaram as grandes cidades, que precisam de policiamento, mas o interior ficou desguarnecido.”

A deputada estadual de Goiás Adriana Accorsi (PT) acompanhou a audiência pública em Cavalcante e recebeu vários relatos de policiais sobre a falta de estrutura para o trabalho. “Falta até mesmo carro adequado para operações nas áreas rurais e quilombolas. A delegacia não conta com agentes ou psicólogos capacitados para ouvir as vítimas de violência sexual”, conta a deputada, que também é delegada da Polícia Civil. Ela e outros deputados estaduais presentes na audiência comprometeram-se a pressionar o governo de Goiás a reforçar as ações e políticas públicas em Cavalcante.

O prefeito da cidade, João Neto, afirma que o orçamento do município é insuficiente para todas as demandas dos 10 mil habitantes.“Não queremos acobertar nada e ninguém. Mas temos um município extenso, com uma área rural grande, e que demanda muitos recursos. Clamo para que os governos estadual e federal nos auxiliem”, destaca. “Temos uma cidade bonita, com muitos atrativos naturais e que não pode ficar mais conhecida pela violência sexual contra suas meninas do que por suas riquezas naturais e pela sua diversidade cultural.”
FONTE MAIS GOIÁS

Espinha de peixe pode ter causado a morte de um policial militar, em Goiânia O sargento Izídio Pereira dos Reis teria passado mal no início da semana passada logo após comer um peixe



Uma espinha de peixe teria causado a morte do sargento da Polícia Militar (PM) Izídio Pereira dos Reis, de 60 anos, que atuava na cidade de Baliza, a cerca de 416 quilômetros de Goiânia, na divisa de Goiás com o Mato Grosso.
Segundo informações publicadas pelo site Araguaia Notícias, o sargento teria passado mal no início da semana passada logo após comer um peixe. Na quarta-feira, de acordo com relatos do sargento Reginaldo Santos, do destacamento de Baliza, Ezídio Pereira teria se queixado de dores estomacais.

O militar foi encaminhado para o Hospital Regional de Iporá onde passou por exames que mostraram a gravidade do seu estado de saúde.

Nos exames, os médicos detectaram uma perfuração no esôfago - que teria sido causada por uma espinha de peixe. De imediato, o militar foi transferido para um hospital de Goiânia.

Após dar entrada no hospital, o seu estado de saúde se agravou. O miltiar não resistiu e veio a óbito no final da tarde deste sábado.

O sargento deixa duas filhas e dois netos do primeiro relacionamento. O corpo será enterrado na cidade de Baliza.
fonte É MAIS GOIÁS

Jovem de 13 anos sequestrada em Planaltina é resgatada em MG


Jovem de 13 anos sequestrada em Planaltina é resgatada em MG
Adolescente havia sido levada de uma van escolar na sexta-feira. Agentes da Delegacia de Repressão a Sequestros (DRS) a encontraram este domingo


Kelly Almeida
Policiais da Divisão de Repressão a Sequestro (DRS) resgataram uma adolescente de 13 anos sequestrada na última sexta-feira (24/4) em Planaltina. Segundo informações da Polícia Civil, a menina foi levada de dentro de uma van escolar quando chegava da escola. A jovem foi localizada pelos investigadores em Arinos, em Minas Gerais, neste domingo (26/4).

Inicialmente, o caso havia sido registrado na 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), mas logo foi assumido pela DRS. De acordo com a ocorrência, a van onde estava a vítima foi interceptada por um carro, de onde desembarcaram três homens. Eles estavam armados e tiraram a garota do veículo sob ameaças. Ela voltava para casa, após a aula. Segundo informações de um parente, a menina estava perto de casa no momento do crime. A mãe dela teria visto a ação.
FONTE CORREIO BRAZILIENSE





Como a equipe da DRS não interrompeu as investigações, os três suspeitos foram presos em flagrante. Um dos envolvidos é ex-namorado da vítima e não aceitava o fim do relacionamento, segundo a família dela. Eles vão responder por sequestro e cárcere privado, no âmbito da Lei Maria da Penha.

A ação envolveu 15 policiais, que se deslocaram de Brasília para o município mineiro. Até o começo da noite deste domingo, os três suspeitos, a vítima e a mãe dela eram ouvidos na DRS.

Crise financeira do Brasil sufoca atividade industrial no DF e Entorno Nos últimos três anos, as empresas da área diminuíram a capacidade produtiva e os postos de emprego. Elas cobram maior atuação do governo. Na capital do país, há exemplos de que a crise pode ser vencida com soluções criativas


Crise financeira do Brasil sufoca atividade industrial no DF e Entorno
Nos últimos três anos, as empresas da área diminuíram a capacidade produtiva e os postos de emprego. Elas cobram maior atuação do governo. Na capital do país, há exemplos de que a crise pode ser vencida com soluções criativas
Flávia Maia
A diretoria da Ciplan, que responde por quase metade da produção de cimento no Distrito Federal, já começou a repensar projetos e não descarta demissões

Sufocada por burocracia, dificuldade logística e desinteresse político, a atividade industrial do Distrito Federal e Entorno (Região Integrada de Desenvolvimento Econômico — Ride) está ainda mais fragilizada pela crise financeira que o Brasil atravessa. Pequena e com pouca contribuição no Produto Interno Bruto (PIB) local, o segmento está encolhendo. Boa parte das fábricas instaladas diminuiu a capacidade produtiva, assim como os postos de trabalho. No lugar de crescer, a atividade fabril retrai na região. Enquanto no Brasil, a indústria corresponde a 23,4% das riquezas produzidas, no DF, o índice é de 5,7% — a menor participação registrada nos últimos 10 anos na capital. Em 2005, ela chegou a significar 7,5% do PIB local. Em cidades como Luziânia (GO), uma das principais economias do Entorno, o último PIB consolidado mostra que a fatia do setor na economia municipal caiu de 34,9% em 2010 para 32% em 2012.

O índice de confiança do empresário da indústria do Distrito Federal, medido pela Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), atingiu o menor patamar dos últimos cinco anos e a tendência é de queda — fechou março em 34,6 pontos, em uma tabela de 0 a 100. Em Goiás, não existe um estudo específico para a região do Entorno, mas em todo o estado a sensação de incerteza econômica ganha força e os índices despencaram nos últimos 12 meses — em março de 2014, ficou em 39,1, sendo que no mesmo mês do ano anterior estava em 57,8. “Os indicadores mostram a redução da atividade econômica, mas não sabemos a extensão disso na indústria. A gente vê que a maior parte da atividade industrial local é pequena e sente mais a crise porque trabalha no limiar, não tem margem, não tem gordura, não tem tamanho para suportar a economia fragilizada”, analisa Jamal Bittar, presidente da Fibra.

A Ciplan, uma das mais tradicionais cimenteiras do Distrito Federal e responsável por quase metade (45%) do mercado, informou que as vendas de 2015 reduziram em 30% na comparação com o ano passado. Por causa desse cenário, suspendeu os principais projetos da companhia, como expansão da capacidade produtiva e troca da frota de caminhões betoneiras. Além disso, a empresa não descarta a possibilidade de demissões.
fonte CORREIO BRAZILIENSE



Não é Auschwitz: é uma clínica psiquiátrica na Cuba dos Castro Tradução nossa.

Não é Auschwitz: é uma clínica psiquiátrica na Cuba dos Castro

Tradução nossa.


Essas fotos foram tiradas em uma clínica de um hospital psiquiátrico de Havana conhecido como Mazorra, e divulgadas no exterior por pessoas que arriscaram suas vidas para mostrar ao mundo o que realmente está acontecendo na Cuba dos irmãos Castro.

Nas fotos estão alguns dos mais de 40 pacientes que morreram de hipotermia no hospital, congelados de frio, quando temperaturas próximas de zero atingiram a região onde Mazorra está localizado.

Esses pacientes pereceram devido à negligência dos responsáveis pelo hospital, e, depois de mortos, os funcionários do hospital friamente os jogaram sobre uma mesa, um cadáver amontoado em cima do outro, como sacos de lixo empilhados em uma lixeira qualquer.

Este é o fantástico atendimento médico que os cubanos recebem, segundo Michael Moore [1] e outros idiotas úteis.

Os pacientes são tratados pior do que animais. Eis a crueldade brutal desse regime que tem oprimido o povo cubano há mais de 54 anos, enquanto o ditador que assassina e oprime os cubanos é tratado como "presidente", e abraçado por líderes latino-americanos democraticamente eleitos.

Muitos dos pacientes exibem marcas que indicam ter sido espancados antes de morrerem.
Notas 

[1] Michael Moore é um cineasta e escritor esquerdista norte-americano, autor do documentário Sicko (2007). (N. do T.)






A reprodução ou distribuição deste material
é autorizada desde que sua fonte seja citada.
Copyright © 2015 Ernane Garcia. Todos os direitos reservados.
http://ernanegarcia.blogspot.com.br/2015/04/nao-e-auschwitz-e-uma-clinica.html

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Assaltantes de ônibus armados são presos, logo após o crime e objetos são recuperados, em Novo Gama.



Assaltantes de ônibus armados são presos, logo após o crime e objetos são recuperados, em Novo Gama.

Três indivíduos realizaram um assalto a ônibus, portando arma de fogo, em Novo Gama. Eles subtraíram das vítimas celulares, dinheiro e cordões. As equipes do 19º BPM realizaram um cerco, nas proximidades, e visualizaram os homens, próximo a um posto de combustível.
Eles estavam em um VW Gol e, ao constatarem a presença dos militares, tentaram atirar contra a viatura, porém as munições picotaram.
Diante disso, foi realizado um acompanhamento e a abordagem, logo em seguida, momento em que foi encontrado um revólver calibre 38 com um deles, bem como os pertences dos usuários do transporte coletivo.
Os autores e as vítimas foram conduzidos ao CIOPS, onde foi feito o Auto de Prisão em Flagrante, por prática de roubo, com fulcro no Artigo 157 do Código Penal e o veículo apreendido no pátio do quartel, a fim de realização de perícia, posteriormente.
As equipes envolvidas na ocorrência eram compostas pelo Soldados Flavio e Menezes, pelo Cabo Alberto e Soldado Hester, Sargento Oliveira e Cabo Galvão, Soldado Santos e Soldado Neres, Soldado Saturnino, Soldado Laender e Soldado Edilson.


Fonte: Soldado Luciana P/5 5º CRPM


JOVEM É ENCONTRADO DECAPITADO

Motociclista é flagrado transportando pneus envoltos ao corpo na BR-153 Homem de 51 anos alegou que é borracheiro e seguia para um serviço. PRF diz que conduta é irregular e ele foi multado em R$ 127, em Goiânia.



22/04/2015 16h12 - Atualizado em 22/04/2015 16h12

Motociclista é flagrado transportando pneus envoltos ao corpo na BR-153
Homem de 51 anos alegou que é borracheiro e seguia para um serviço.
PRF diz que conduta é irregular e ele foi multado em R$ 127, em Goiânia.



Do G1 GO
FACEBOOK





Um motociclista de 51 anos foi flagrado transportando dois pneus de carro envoltos ao corpo, na BR-153, no perímetro urbano de Goiânia, no final da manhã desta quarta-feira (22). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele disse que é borracheiro e eletricista e que fazia o transporte do material para um serviço. Ele circulou por um trecho que 4 km da rodovia.

Segundo a PRF, a conduta do motociclista é considerada irregular, pois ele colocava a própria vida em risco, assim como a de terceiros. Por isso, o homem foi autuado por transporte de carga incompatível para o veículo, com multa considerada grave, no valor de R$ 127,69 e acúmulo de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além disso, ele também não apresentou a documentação da motocicleta. Ele foi liberado depois que outra pessoa, em uma caminhonete, chegou ao local para levar os pneus até o destino.
fonte G1

terça-feira, 21 de abril de 2015

O Brasil e a Crise Energética Mundial - O que todo brasileiro deveria saber! SOBERANIA DO BRASIL EM RISCO***

Palestra instigante do Professor José Augusto Bautista Vidal, indignado com a procedência de nossos governante perante a atual e futura crise energética mundial e a entrega de território brasileiro para estrangeiros. Uma Verdadeira aula de História e uma super contextualização do Brasil no futuro cenário de crise planetária. Apaixonante e assustador ao mesmo tempo. VEJAM!   clique aqui>>>https://www.youtube.com/watch?v=iTzPfRM2-D4

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Policiais militares ajudam mulher a dar à luz em Goiânia Mesmo sem os equipamentos adequados para a realização do parto, os policiais ajudaram a mulher a fazer o parto com sucesso.


Policiais militares ajudam mulher a dar à luz em Goiânia
Mesmo sem os equipamentos adequados para a realização do parto, os policiais ajudaram a mulher a fazer o parto com sucesso.

Do Mais Goiás, em Goiânia

(Foto: Divulgação/WhatsApp)
Compartilhar 0



Policiais Militares auxiliaram uma mulher que estava em trabalho de parto no Residencial Santa Fé, em Goiânia, na tarde deste sábado (18/04).

Segundo informações da Polícia Militar (PM), os policiais estavam em patrulhamento de rotina quando foi acionada por populares para que fossem até o local onde uma mulher grávida estava passando mal.

Mesmo sem os equipamentos adequados para a realização do parto, os policiais ajudaram a mulher a fazer o parto com sucesso. Logo em seguida, o Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro à mulher e a criança.

Após o nascimento, a mulher e o bebê foram levados para o Hospital Materno Infantil (HMI) para atendimento especializado. Mãe e filho passam bem.

http://www.emaisgoias.com.br/

Darwin Rocha Está participando do premio minha arte em canto categoria MPM em bréve estaremos postando mais sobre esse artista que é com certeza a revelação MPB 2015...


Darwin Rocha


Este artista está participando do Prêmio Minha Arte EmCanto pela categoria MPB. Para votar, acesse o post clicando na foto, ouça o trabalho do artista e vote clicando no botão “Curtir” no botão do Facebook logo abaixo. É possível fazer um comentário e compartilhar com seus amigos. Participe!

Para votar neste participante clique nesse link>>>http://www.aruanaemcanto.com.br/darwin-rocha/

O ENTORNO DO DF ESTÁ DE LUTO O ESTADO DE GOIÁS PERDEU UM GRANDE COMUNICADOR O REPÓRTER RADIALISTA "DORINATO NOGUEIRA"



Com muita Tristeza e muito pesar estou trazendo aqui a primeira mão essa noticia. Gostaria muito que não fosse verdade mas como temos que trazer a informação ao nosso povo nossa gente temos que fazer isso mesmo.

Comunico aqui o falecimento do Comunicador das multidões radialista cujo jargão éra mais ou menos assim "NOSSO POVO NOSSA GENTE". Partiu para morar com o pai celestial nosso amigo radialista grande comunicador que foi precocemente para outra vida,"DORINATO NOGUEIRA".

Foi um grande articulador comunicador a voz da seriedade pessoa humilde que tinha seus seguidores que por onde passava conquistava multidões com seu carisma.
O radialista Dorinato Nogueira foi homenageado com a Comenda da Ordem do Mérito Anhanguera, Cidade de Goiás, durante a solenidade de transferência do governo estadual para a antiga Capital. Como ocorrem todos os anos, nesta data, a Cidade de Goiás, antiga Vila Boa, passa a ser a Capital simbólica do Estado, na semana que compreende o dia 25 de julho, aniversário do município.

O ponto alto das comemorações é a outorga da mais alta Comenda Estadual, conferida a personalidades de diversas áreas da sociedade, por ações, méritos excepcionais e relevantes serviços prestados ao Estado de Goiás. Dorinato Nogueira foi empresário, decorador, radialista e cursou Serviço Social na Unip.

Há mais de trinta anos Dorinato exerceu a profissão de radialista, com passagem em várias emissoras do Distrito Federal e Região do Entorno de Brasília. O Programa Nosso Povo, Nossa Gente, da Mega FM, no ar a mais de dez anos tem se firmado nos lares dos municípios goianos do Entorno, todas as manhãs, pelo trabalho solidário voltado as pessoas mais humildes. O trabalho desenvolvido pelo radialista o incentivou a cursar Serviço Social, área que Dorinato conhecia como ninguém.


Falar desse ícone da radio, veterano das comunicações na região do Entorno de Brasilia é um privilegio principalmente para aqueles que conviveram e participaram dos atos públicos e campanhas pelo bem do proximo. Acordar pelas manhãs ouvindo uma boa musica com aquele bom dia que contaminava e trazia alegria para todos que ouvia nas primeiras horas do dia.

Vamos tomar um cafezinho Dona Maria Acorda Seu João " D'repente a gente dormia d'novo e lá vem Dorinato Nogueira falando alto brincando através do rádio dizendo Vamos levantar meu povo o café está na mesa Acorda Crianças e por aí vai.

O Entorno De Brasilia esta de luto o povo está triste pois vamos ficar sem ouvir esse som maravilho que todos os dias nos trazia alegria e informações.

Vá com Deus meu Irmã que Deus lhe acolha nos seus braços Paterno, A familia enlutada nossos votos de pesar nossas condolências. E A ESSE GRANDE ARTISTA COMUNICADOR AMIGO DO "NOSSO POVO , NOSSA GENTE " AS MINHAS CONTINÊNCIAS .
Esta sendo Velado na capela 4 enterro as 17:00. Campo da Esperança Plano Piloto BSB DF


http://sgtaciolly.blogspot.com.br/




Homem é preso após manter proprietário de lotérica refém na Praça do Avião

POLÍCIA

Homem é preso após manter proprietário de lotérica refém na Praça do Avião

O suspeito, que tem várias passagens pela polícia, foi preso e encaminhado para o 1º Distrito Policial de Goiânia.


Do Mais Goiás, em Goiânia    Postado em: 18/04/2015 18:13

(Foto: Leitor/WhatsApp)
Compartilhar 0
Um homem foi preso após entrar em uma lotérica e manter o dono como refém na Praça Do Avião, Setor Aeroporto,  em Goiânia, na tarde deste sábado (18/04).

Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito e outros dois comparsas conseguiram abrir o cadeado do portão de um lote baldio que fica ao lado da lotérica e entraram pelo buraco da instalação de um ar condicionado. 

De acordo com a PM, o proprietário da lotérica estava no local e antes de ser mantido refém, ele conseguiu avisar a sua esposa pelo telefone. De imediato, a mulher acionou a polícia.  Equipes do Giro e a Rotam foram chamados para auxiliar na ocorrência. 

Ao chegarem no local, dois bandidos já haviam fugido. Um dos suspeitos tentou se esconder dentro de um banheiro, mas foi encontrado e preso. O dono da lotérica foi libertado sem nenhum ferimento. 

O suspeito, que tem várias passagens pela polícia, foi encaminhado para o 1º Distrito Policial de Goiânia. A polícia ainda faz buscas para localizar os outros dois suspeitos.
FONTE  MAIS GOIÁS


AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM