ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

terça-feira, 14 de abril de 2015

Polícia investiga morte de policial temporário após cavalgada em Goiás Vídeo de suposta briga entre vítima e autor do homicídio é analisado. Principal suspeito do crime foi encontrado morto, segundo delegado.


Polícia investiga morte de policial temporário após cavalgada em Goiás
Vídeo de suposta briga entre vítima e autor do homicídio é analisado.
Principal suspeito do crime foi encontrado morto, segundo delegado.




Vitor SantanaDo G1 GO
FACEBOOK



João Batista foi morto por golpe de faca em
cavalgada (Foto: Reprodução/ Facebook)

A Polícia Civil investiga a morte do integrante do Serviço de Interesse Militar Voluntário Especial (Simve) João Batista Ribas Filho, 26, atingido por um golpe de faca após uma cavalgada no distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. O delegado Adriano Pereira Melo, responsável pelo caso, diz que começou a ouvir algumas testemunhas e analisa um vídeo, feito por uma delas, que mostraria uma briga entre a vítima e o suspeito momentos antes do crime.

De acordo com o delegado, o homem apontado como autor do homicídio foi encontrado morto no sábado (11), mesma data do assassinato do policial.

“Existe a suspeita de que tenha sido suicídio, mas só laudos periciais podem confirmar essa informação”, disse Melo ao G1. Ainda segundo ele, o suspeito não estaria sozinho e teria contado com a ajuda de um comparsa.

O delegado ressaltou que, mesmo com a morte do principal suspeito pelo crime, ainda vai ouvir diversas testemunhas para concluir o inquérito. “Temos que apurar o envolvimento de outras pessoas, o motivo do crime e entender os fatos anteriores”, explicou Melo.
saiba mais
Policial temporário morre após ser atingido por facada em cavalgada

Vídeo
As imagens analisadas pela polícia mostram uma suposta briga entre a vítima e o autor do homicídio. O vídeo ainda não foi divulgado pela corporação.

A confusão teria acontecido durante a cavalgada. “Não podemos afirmar ainda que os envolvidos na briga que aparecem são a vítima e o suspeito, pois a filmagem foi feita de longe. Porém, existe um indício forte que a motivação do assassinato tenha sido uma briga ainda durante o evento”, explicou o delegado.

O irmão do policial, Abel Ribas, confirmou que ele havia separado uma briga durante o evento. No entanto, não soube se o assassinato teve relação com o fato. “A gente só sabe que ele estava parado no balcão de um bar e chegou um cara por trás e deu a facada”, relata.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Militar para saber se a corporação tinha conhecimento do vídeo, mas as ligações não foram atendidas até a publicação dessa reportagem.

Crime
O assassinato aconteceu na noite de sábado (11). O policial temporário estava de folga e participava de uma cavalgada quando foi atingido por um golpe de faca. Ele chegou a ser levado para o Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas de Goiás, mas não resistiu e morreu.

O corpo de Filho foi seputado no último domingo (12), em Taguatinga, no Distrito Federal, onde moram os parentes.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do policial temporário e afirmou que prestou todo o apoio necessário à família.
FONTE G1

Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM