ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

domingo, 10 de maio de 2015

"Se a greve em Goiás for confirmada, haverá muita dificuldade em atender as reivindicações", diz Raquel Teixeira

"Se a greve for confirmada, haverá muita dificuldade em atender as reivindicações", diz Raquel Teixeira

Os professores decidiram em assembleia entrar em greve na próxima quarta-feira


Do Mais Goiás, em Goiânia    Postado em: 10/05/2015 10:31

(Foto: Divulgação)
Compartilhar 0
Diante do anúncio de greve na rede estadual de educação, a secretária de Estado de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira ressalta que, se a ação for confirmada, haverá muita dificuldade do governo em atender as reivindicações da categoria. 

"Até mesmo por conta das dificuldades financeiras. Mas percebemos que não há consenso entre os professores sobre a greve, que não acredito ser mais o melhor instrumento de reivindicação. É algo que só vai prejudicar milhares de alunos no Estado", afirma.

Confira a nota emitida pela Seduce:


"Nota à imprensa da Secretaria Estadual de Educação Cultura e Esporte

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), em virtude de anúncio de greve na rede estadual de educação, julga importante informar que respeita essa decisão e ressalta que esse é um governo que sempre valorizou os servidores e mantém o diálogo aberto.

Esclarece ainda que, a despeito da crise econômica que assola o país e das medidas de ajuste fiscal necessárias ao equilíbrio orçamentário, envidou todos os esforços para negociar com os representantes da categoria com vistas ao pagamento do reajuste do piso salarial.

Desde o início deste ano, a secretária Raquel Teixeira já recebeu representantes da categoria dos professores cinco vezes. Eles também foram recebidos no gabinete do governador Marconi Perillo e pela secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão Costa.

A Seduce garante que o reajuste do piso salarial dos professores PIII e PIV da rede pública estadual de ensino será pago no mês de agosto.  Já o pagamento do reajuste do piso salarial dos professores PI e PII será feito retroativamente ao mês de janeiro de 2015.

A Seduce reafirma seu compromisso com a escola pública, com os professores e com a  busca pela melhoria da qualidade da educação oferecida na rede estadual."   
fontehttp://www.emaisgoias.com.br/2015-05-10/cidades/goiania/educacao/se-a-greve-for-confirmada-havera-muita-dificuldade-em-atender-as-reivindicacoes-diz-raquel-teixeira
Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM