ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Intervenção de Magno Malta na Justiça obrigou a revisão na novela Babilônia que mudou conteúdo





Magno Malta
Intervenção de Magno Malta na Justiça obrigou a

revisão na novela Babilônia que mudou conteúdo

O Ministério da Justiça acatou manifestação assinada pelo senador Magno Malta (PR-ES) reclamando sobre cenas que ultrapassariam a autoclassificação de não recomendada para menores de 12 anos. “Liberdade de expressão tem limites, cenas pesadas de adultério, homossexualismo e outros desvios são impróprias para o horário das 21 horas”, esclareceu Magno Malta, que hoje, no dever de presidente da Frente Parlamentar da Família participa em São Paulo, da grande Marcha para Jesus


Ministério da Justiça, por intermédio do Departamento de Classificação Indicativa, questionou a emissora no início da história, ainda em março, sobre a presença de prostituição, preconceito e sexo, justamente os focos que motivaram as maiores viradas de personagens da trama de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga.

O MJ tem acompanhado a novela nesses últimos 60 dias e, satisfeito com os rumos tomados pela trama, deve publicar, esta semana, seu aval para a classificação etária do enredo em não adequada para menores de 12 anos.

O casal lésbico, formado por Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, alvo de uma campanha de boicote da novela encabeçada pela frente parlamentar evangélica, também foi mencionado nas queixas recebidas pelo Ministério da Justiça.

Senador Magno Malta recebeu inúmeras denúncias de entidades de defesa das crianças e da família, através de requerimento ao Ministério da Justiça pediu reclassificação da faixa etária. Malta chegou a pedir em plenário a reclassificação da novela que, em sua visão, não seria adequada nem para maiores de 16 anos.

Foi depois do questionamento do MJ que Beatriz (Glória Pires), a primeira vilã que se permitiu revezar muitos parceiros na cama, sem amor por nenhum deles, se apaixonou perdidamente por um único homem, Diogo (Thiago Martins).

Também foi depois disso que o cafetão Murilo (Bruno Gagliasso), inicialmente tão convicto de sua vocação para aliciar garotas de programa, se arrependeu, em poucos capítulos, dos pecados cometidos até então, e Alice (Sophie Charlotte), escalada para ser garota de programa, tornou-se a doce namorada do rico empresário Evandro (Cássio Gabus).

“A novela poderia seguir o rumo inicial, mas em outro horário, para conteúdo das 21 horas, estava muito polêmico e extremamente forte com cenas chocantes. Fico satisfeito de ter tomado a decisão que foi acatada pela Rede Globo em benefício da sociedade, finalizou Magno Malta, que vai representar a Frente da Família, hoje, feriado nacional, na manifestação pacífica em São Paulo, ao lado da esposa cantora Lauriete.


Assessoria de Imprensa

Aciolly de Melo 





Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM