ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

segunda-feira, 15 de junho de 2015

TJDF julga fundador da Gol nesta terça-feira por tentativa de homicídio O empresário é acusado de encomenda a morte do ex-genro em 2008

TJDF julga fundador da Gol nesta terça-feira por tentativa de homicídio

O empresário é acusado de encomenda a morte do ex-genro em 2008
Do R7
Empresário é acusado de mandar matar o ex-genroReprodução/ TV Record
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal julga, nesta terça-feira (16), o fundador da empresa aérea Gol, Nenê Constantino de Oliveira, acusado de encomendar a morte do ex-genro, Eduardo Queiroz Alves, em 2008. O empresário e outros dois réus são acusados de tentativa de homicídio duplamente qualificada. A sessão do Tribunal do Júri de Brasília está marcada para começar às 9h.
Segundo a denúncia do Ministério Público, o empresário contratou José Humberto de Oliveira Cruz por intermédio de Antônio Andrade de Oliveira para executar a vítima. O homem fez diversos disparos contra o carro de Eduardo Queiroz, mas nenhum dos tiros atingiu o homem. 
O crime teria sido encomendado, segundo a promotoria responsável pelo caso, porque o empresário estava insatisfeito com a condução dos negócios da família feita por Eduardo Queiroz. Outra motivação seria a desavença entre os dois em relação a divisão de bens entre o ex-genro e a filha de Nenê Constantino.
A tentativa de homicídio aconteceu no dia 5 de junho de 2008, depois que Eduardo Queiroz saiu da sede da Viação Planalto, onde trabalhava e empresa de propriedade da família da Constantino. A vítima contou, em depoimento, que teve o carro alvejado. Atualmente, Constantino de Oliveira ao processo em prisão domiciliar. Os acusados po0dem será condenados a cumprir entre 12 e 30 anos de prisão. 
fonte R7/DF
Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM