ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

AUMENTO NA CALDA DA NOITE


AUMENTO NA CALDA DA NOITE







A Petrobras vai aumentar o preço da gasolina em 6% e do óleo diesel em 4%. O anúncio foi feito pela estatal na noite desta terça-feira. O porcentual do reajuste, aplicado às refinarias, entra em vigor já nesta quarta. O repasse para as bombas de combustíveis ainda não está definido, mas é certo. Com isso, a economia ganha mais um elemento que deve pressionar a alta da inflação.


"Os preços da gasolina e do diesel, sobre os quais incide o reajuste anunciado, não incluem os tributos federais Cide e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS", especificou a estatal em nota.


O aumento nos combustíveis está relacionado à necessidade da empresa de administrar melhor sua dívida para recuperar sua situação financeira e permitir a manutenção dos investimentos previstos. A estratégia vinha sendo considerada há algum tempo. Nos últimos dias, como revelou o blog VEJA Mercados, executivos da Petrobras se reuniram com investidores brasileiros para tentar vender títulos com objetivo de refinanciar a dívida da estatal, mas ouviram como resposta uma mensagem clara: ou a Petrobras aumentava o preço da gasolina, ou teria que pagar juros maiores.



O reajuste anunciado nesta terça, porém, é inferior àquele calculado por analistas do mercado para que a companhia mantenha seu endividamento estável. Levando isso em conta, a estatal precisaria aumentar em 10% a gasolina e o diesel - assumindo o dólar a 4,10 e o petróleo a 45 dólares o barril.


Quarta-feira, 30 de setembro

VETO A DOAÇÃO ELEITORAL DE EMPRESAS CRIA 'LARANJAL', DIZ GILMAR MENDES


VETO A DOAÇÃO ELEITORAL DE EMPRESAS CRIA 'LARANJAL', DIZ GILMAR MENDES






O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse nesta quarta-feira (30) que o país vai ganhar a “copa do mundo de laranjas” diante da proibição do financiamento empresarial de campanhas. Na avaliação dele, isso irá potencializar a prática de caixa 2 pelos partidos políticos.


Em um julgamento encerrado há duas semanas, o tribunal decidiu vetar as doações eleitorais feitas por empresas. A maioria dos ministros manteve a liberação apenas para as doações feitas por pessoas físicas. Com base nesse entendimento, a presidente Dilma Rousseff vetou o trecho do projeto de lei da reforma política que havia sido aprovada no Congresso e permitia o financiamento privado de campanha.


Para Gilmar Mendes, que no julgamento do Supremo já havia se manifestado favoravelmente à doação por empresas, a proibição criará condições para que os partidos recebam dinheiro por fora para conseguir financiar as suas campanhas.


"Com essa fórmula, a gente vai montar o maior laranjal... A gente está ganhando várias copas do mundo. Estamos ganhando a copa do mundo de corrupção, perdemos a copa do mundo verdadeira, onde a gente ganhava, e também estamos ganhando uma copa do mundo de laranjas nesse sentido mais negativo. Se estivéssemos exportando laranjas, seria algo positivo. Então, a rigor, nós estamos metidos numa grande confusão", afirmou Mendes após se reunir com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo ele, o encontro foi para tratar da tramitação do Código de Processo Penal.


O ministro do Supremo reconheceu, porém, que o veto presidencial ao texto do projeto de lei que autorizava as doações empresariais era a saída diante da decisão do STF.


"Tenho impressão que é normal [o veto] no contexto da decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal. Se o Supremo sinalizou que a doação privada de empresas é inconstitucional, então, a presidente fez a avaliação que poderia fazer. A sua assessoria só poderia chegar a essa conclusão", analisou.


Ele criticou ainda decisões do Supremo que alteraram medidas aprovadas pelo Legislativo e, na opinião dele, acabaram "tumultuando" a situação. Ele citou como exemplo diversas mudanças na legislação eleitoral e o caso dos precatórios (dívidas judiciais dos estados e municípios), em que o Congresso havia dado prazo de 15 anos, mas o Supremo alterou para 5 anos e agora os governos não conseguem pagá-los. Segundo Mendes, problemas também deverão surgir em relação às doações de campanha.


"Conseguimos tumultuar um sistema que estava funcionando. No mínimo, isso diz assim: 'Supremo, calça as sandálias da humildade'. Não quero ser futurólogo, mas tudo indica que vamos ter uma grande confusão", afirmou.(G1)


Quarta-feira, 30 de setembro, 2015

ACIOLLY ENTORNO SUL 190

sgtaciolly.blogspot.com/

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Presidente Dilma veta o financiamento privado de campanha Na razão do veto, o governo lembra que o STF determinou, inclusive, que a execução dessa decisão se aplique a partir das eleições de 2016 Agência Estado


Presidente Dilma veta o financiamento privado de campanha
Na razão do veto, o governo lembra que o STF determinou, inclusive, que a execução dessa decisão se aplique a partir das eleições de 2016
Agência Estado

A presidente Dilma Rousseff sancionou, com vetos, a Lei da Reforma Eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional. A Lei 13.165 foi publicada em edição extra do Diário Oficial que circula nesta terça-feira, 29. A presidente Dilma vetou o financiamento privado de campanha e a possibilidade de impressão dos votos da urna eletrônica, o que já era esperado.
Segundo a justificativa, enviada ao Senado Federal, o Ministério da Justiça e a Advocacia-Geral da União (AGU) manifestaram-se pelos vetos aos dispositivos relativos ao financiamento empresarial a campanhas e políticos por
entenderem que "a possibilidade de doações e contribuições por pessoas jurídicas a partidos políticos e campanhas eleitorais, que seriam regulamentadas por esses dispositivos, confrontaria a igualdade política e os princípios republicano e democrático, como decidiu o Supremo Tribunal Federal - STF em sede de Ação Direita de Inconstitucionalidade (ADI 4650/DF), proposta pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil - CFOAB". Na razão do veto, o governo lembra que o STF determinou, inclusive, que a execução dessa decisão se aplique a partir das eleições de 2016



Com relação à impressão dos votos da urna eletrônica, os ministérios do Planejamento e da Justiça manifestaram-se contrários, lembrando que o próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já se colocou contrário à medida, apontando para os altos custos da implementação. "A medida geraria um impacto aproximado de R$ 1,8 bilhão entre o investimento necessário para a aquisição de equipamentos e as despesas de custeio das eleições. Além disso, esse aumento significativo de despesas não veio acompanhado da estimativa do impacto orçamentário-financeiro, nem da comprovação de adequação orçamentária, em descumprimento do que dispõem os arts. 16 e 17 da Lei de Responsabilidade Fiscal, assim como o art. 108 da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2015."

fonte CorreioBraziliense***

Sobe para 8 o número de corpos achados na casa do 'Monstro da Alba' A polícia suspeita que pode haver novas vítimas. Além dos corpos, foram encontrados ossos humanos no imóvel

Sobe para 8 o número de corpos achados na casa do 'Monstro da Alba'

A polícia suspeita que pode haver novas vítimas. Além dos corpos, foram encontrados ossos humanos no imóvel

 
    

 postado em 29/09/2015 12:03 / atualizado em 29/09/2015 13:44
Reprodução


São Paulo - A polícia encontrou mais dois corpos na casa do pintor Jorge Luiz Morais de Oliveira, de 41 anos, dentro de uma casa em um beco da Favela Alba, no Jabaquara, zona sul de São Paulo. Outros seis corpos já haviam sido encontrados no imóvel. O pintor é suspeito de ter assassinado as oito vítimas. As buscas no local continuam nesta terça-feira (29/9) com uma equipe do Corpo de Bombeiros, que conta com dois cachorros, um treinado para encontrar e salvar vítimas e outro para localizar corpos. A polícia suspeita que pode haver novas vítimas. 
Além dos corpos, foram encontrados ossos humanos no imóvel na segunda-feira (28/9): um fêmur, uma tíbia e um ílio. Já haviam sido localizados na casa dois crânios, pele humana e roupas de criança. Também foi apreendido um fogão ensanguentado, mas não há indícios, segundo a polícia, de canibalismo.

A Polícia Civil apura se Oliveira está envolvido no desaparecimento de pelo menos outras cinco pessoas na região. De acordo com os investigadores, uma das vítimas que foi encontrada no local já foi identificada e estava desaparecida desde 1º de janeiro. Por isso, a polícia acredita que o número de vítimas possa ser ainda maior.

Leia mais notícias em Brasil

O pintor já tinha antecedentes criminais e chegou a ficar preso durante 20 anos por duas condenações por homicídio. Segundo moradores da região, Oliveira aparentava ser uma pessoa "normal e tranquila".

Monstro
Para os vizinhos, Oliveira é o "Monstro da Alba". "Ele é um monstro", repetia a aposentada Ednéia Gonçalves, de 64 anos, às crianças que rodeavam a casa do suspeito. A família do acusado teve de fugir do local por ameaça de represália dos moradores.

Os pais do pintor estiveram no 35º Distrito Policial (Jabaquara) na tarde de segunda-feira. De acordo com a polícia, eles disseram que o filho não morava com eles e que eles nunca iam à casa dele. Eles ainda disseram que não desconfiavam do comportamento do filho. Em nota, a polícia informou que o acusado teve a prisão temporária decretada por dez dias e, depois, pedirá sua prisão preventiva.

FUGA DE PRESOS EM lUZIANIA GOIÁS***

Hoje no começo da tarde recebemos a noticia de que havia uma fuga de presos em andamento no CPP de Luziania Goiás. Em acompanhamento aos policiais e agentes Carcerários foram feitas varias buscas na região onde havia suspeita de encontrar os fugitivos da lei. Até o final da tarde muita movimentação de viaturas e Policiais nas adjacências do Aeroclube de Brasilia onde possivelmente alguém teria visto esses presos transitando. O uniforme dos presos aqui na região é de cor Branca isso facilitaria caso alguém os visse na região. Aos cidadãos de bem que saiba alguma informação que entre em contato imediatamente com a Policia Militar através do numero 190 Pois isso ajuda e muito na prevenção e segurança da comunidade. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio***

8 comportamentos que tiram o valor de uma mulher

Hoje em dia as mulheres andam muito desvalorizadas. Isso faz com que muitas sofram amargamente nas suas vidas, sobretudo na vida sentimental.
Adolescentes engravidam em festas de funk. Mas o que me surpreendeu foi um relato do que as moças fazem. Elas já vão para as festas de saia ou vestido e sem calcinha. E quando chegam lá há uma espécie de vagão formado por homens. Eles fazem tipo como se fosse um túnel e essas meninas vão passando e tendo relações sexuais com todos os homens de lá. Que valor uma moça dessas passa?



Antigamente, no tempo de nossos avós, a mulher era valorizada pela sua discrição e não pela sua aparência. Elas eram um prêmio a ser alcançado pelos homens, elas tinham que ser conquistadas.


Hoje em dia, muitas mulheres estão disponíveis para qualquer homem num estalar de dedos. E a mídia ainda insiste em dizer que a mulher só é bonita se tiver usando uma minisaia e um decote. A mídia cultua corpos de mulheres seminuas.






Nem de longe a mulher é o que costumava ser quando minha avó era uma mocinha. Lógico que não são todas assim, mas infelizmente a maioria eu posso dizer que tem este comportamento: Cultua mais a beleza do que o conteúdo.


Mas isto não precisa ser assim com você, leitora!


Eu não estou dizendo que você é fácil ou que você não tem valor. Eu estou dizendo que pode haver comportamentos em você que fazem com que você seja vista sem valor. E isto nós temos que mudar, não é mesmo?

Veja que 8 comportamentos são esses e mude-os:
Não se vista de maneira insinuante. Não use decotes, saias demasiadamente curtas, maneiras provocantes;
Não viva em casa de homens, mesmo que estes sejam amigos seus, mas principalmente se eles morarem sozinhos;
Não seja vista rodeada de homens. Muitas mulheres perderam grandes partidos por isso. O cara vê a moça, se interessa, mas quando vê que ela é rodeada de homens, cai fora porque vê ela sem valor;
Não fale nomes, palavrões, coisas de baixo calão ou palavras torpes que não condizem com o que uma mulher de valor deve falar;
Busque ser discreta. Você não precisa ser espalhafatosa, gritante, que gosta de chamar a atenção para si;
Não saia por aí ficando com qualquer um. Aliás, nem "fique". Corte isso da sua vida. Mulheres que se valorizam não aceitam serem usadas por uma noite, seja para sexo ou para qualquer coisa que seja;
Quando namorar, avalie bem com quem você se relaciona. Não se entregue logo de cara. Acredite que a maioria dos homens contam para os amigos detalhes sórdidos do que fazem com você na cama. Seu nome fica sujo na boca de vários homens e você nem sabe, pois eles não vão te dizer, mas, quando você passar por eles, os pensamentos serão os piores;
Não viva em festas, baladas, bebedeiras e promiscuidade;
 fonte http://www.sobrerelacionamento.com/2015/04/8-comportamentos-que-tiram-o-valor-de-uma-mulher.html

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Em Novo Gama, veículo roubado em Minas Gerais, é recuperado pelo GPT.


Quinto Crpm



Em Novo Gama, veículo roubado em Minas Gerais, é recuperado pelo GPT.

A equipe do Grupo de Patrulhamento Tático do 19º BPM composta pelo Sargento Figueiredo, Sargento Ribeiro, Cabo Diemi e Soldado Batista recebeu informações sobre um veículo HB20, de cor azul, que estaria realizando roubos, em Novo Gama. Assim, os Militares intensificaram o patrulhamento, na área, visando encontrá-lo.

No Setor Lunabel, os Policiais avistaram o carro e realizaram a abordagem. Ficou constatado que se tratava de um veículo clonado, que havia sido roubado, em Belo Horizonte – MG.
Os detidos foram encaminhados ao CIOPS, onde foram autuados pelo crime de receptação, de acordo com o Artigo 180 do Código Penal.


Fonte: Soldado Luciana P/5 5º CRPM

Quinto Crpm Após abordagem, indivíduo é detido pela PM com porções de maconha, em Luziânia.





Quinto Crpm


Após abordagem, indivíduo é detido pela PM com porções de maconha, em Luziânia.

Na tarde de ontem, 22 de setembro, a equipe do 10º BPM composta pelo Cabo Márcio e Soldado Avelar estava em patrulhamento pelo Parque Estrela Dalva II, quando visualizou indivíduos em atitude suspeita, próximo ao Ginásio de esportes.
Na abordagem, foram encontradas 08 porções de Maconha, já embaladas, prontas para serem comercializadas. O autor foi conduzido ao CIOPS, onde foi autuado pelo crime cometido.


Fonte: Soldado Luciana P/5 5º CRPM







O sol foi privatizado na Espanha. Quem instalar placas solares para geração de energia doméstica sem a autorização do governo espanhol poderá ser multado em até 30 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões),


Espanha privatiza o sol: proibido gerar energia para autoconsumo
Por Charles Nisz | Vi na Internet – qui, 1 de ago de 2013


Foto: El Pais.cr

O sol foi privatizado na Espanha. Quem instalar placas solares para geração de energia doméstica sem a autorização do governo espanhol poderá ser multado em até 30 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões).

Isso aconteceu por pressão das empresas elétricas espanholas. As companhias energéticas temem queda no consumo de energia caso os cidadãos resolvam adotar fontes alternativas de energia como painéis fotovoltaicos ou moinhos para produção de energia eólica (usando a força dos ventos).


O Governo espanhol quer implantar o auto-consumo energético aos poucos, sem mexer no sistema vigente. Para isso, quer implantar "pedágios" para a luz solar. “Vamos implantar um “pedágio” para a energia recebida do sol”, resume Mario Sorinas, da empresa Electrobin.

“De cada 50 chamadas telefônicas recebidas, 35 são de particulares interessados no auto-consumo”, diz Francesc Mateu, gerente da Sol Gironés, empresa especializada em energia renovável. Já a União de Empresas Fotovoltaicas (UNEF), representante das empresas, diz que é mais caro implantar os receptores de luz individualmente. É certo privatizar um recurso natural?
fonte https://br.noticias.yahoo.com/blogs/vi-na-internet/espanha-privatiza-o-sol-proibido-gerar-energia-para-215134719.html

Eduardo Cunha lê rito de abertura de impeachment e irrita bancada do PT PT tentará derrubar a sessão no Supremo Tribunal Federal.


Eduardo Cunha lê rito de abertura de impeachment e irrita bancada do PT


PT tentará derrubar a sessão no Supremo Tribunal Federal.
Redação Portal Vox
| 24 de setembro de 2015


Lula Marques/Agência PT

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), leu na tarde desta quinta tarde o rito de abertura para um eventual processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O procedimento foi uma resposta a uma questão de ordem levantada pelo líder do Democratas, Mendonça Filho.

No parecer, o presidente especificou os procedimentos que antecedem a abertura do processo de afastamento e afirmou que não cabe a ele decidir se um presidente da República pode ser responsabilizado por atos cometidos em mandatos anteriores.

A leitura irritou a bancada governista que acusou Cunha de patrocinar um golpe contra a presidente. Demonstrando contrariedade, o deputado Miro Teixeira (PROS) – que está na oposição mas não concorda com o impeachment – falou que a sessão fragilizaria ainda mais o governo. A partir desse momento, a liderança do Partido dos Trabalhadores convocou os seus parlamentares e começou a discussão.

O PT informou que entrará com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para tentar derrubar esta sessão.

http://noticias.portalvox.com/politica/2015/09/eduardo-cunha-le-rito-de-abertura-de-impeachment-e-irrita-bancada-do-pt.html

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

CORPO DE BOMBEIRO DE ÁGUAS LINDAS RECEBE NOVAS VIATURAS


CORPO DE BOMBEIRO DE ÁGUAS LINDAS RECEBE NOVAS VIATURAS







O evento aconteceu na manhã de quarta-feira (23) e contou com a presença do comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás Carlos Helbingen Júnior e do capitão da 4ª CIBM Ademar Ramalho, que além das viaturas também entregaram novos equipamentos, entre eles 15 capas anti-chamas.


Para o prefeito Hildo, todo este investimento no Corpo de Bombeiro de Águas Lindas representa a grande importância que a cidade tem. “Temos um governador que se preocupa e investe em nosso município, estas viaturas são a prova disso. Vivemos um novo tempo, onde existem obras por toda parte. Além disso, os serviços à nossa comunidade têm sido garantidos”, disse.




Já o coronel Helbingen informou que as duas viaturas custaram cerca de R$ 900 mil, sendo uma auto bomba, usada no combate a incêndio e outra de auto busca e salvamento. “Todo este investimento só é possível graças a parceria entre a Prefeitura de Águas Lindas e o Governo de Goiás”, argumentou.


Ao final os bombeiros apresentaram uma simulação de acidente entre dois veículos com vítimas e um princípio de incêndio, onde os militares realizaram o salvamento, mostrando toda complexidade da ação.


Participaram do evento, os alunos do Programa Bombeiro Mirim, além de autoridades municipais, estaduais e a comunidade.


Da Assessoria de Comunicação da Prefeitura
Fotos: ASCOM


Quarta-feira, 23 de setembro, 2015


LUTO NA POLÍCIA MILITAR E NO CORPO DE BOMBEIROS DE ALAGOAS: HELICÓPTERO CAI E MATA QUATRO


LUTO NA POLÍCIA MILITAR E NO CORPO DE BOMBEIROS DE ALAGOAS: HELICÓPTERO CAI E MATA QUATRO




Um helicóptero usado pelo Grupamento Aéreo da Polícia Militar caiu no bairro da Santa Lúcia, parte alta de Maceió. De acordo com as informações oficiais repassadas pela PM, a aeronave explodiu ao cair no solo. Quatro pessoas que estavam a bordo morreram.


Vídeos gravados por testemunhas que mostram os destroços da aeronave em chamas foram encaminhados ao AL TV 1ª edição.


Nas imagens, é possível ver bastante fumaça e fogo, momentos depois da explosão (veja acima).


As vítimas foram identificadas como capitão Assunção e os soldados Diogo Melo e De Moura, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), e major Milton Carnaúba, do Corpo de Bombeiros.


O acidente aconteceu próximo ao Aeroclube de Maceió. Ainda segundo informações da PM, a aeronave caiu sobre um veículo que estava estacionado na rua, mas não feriu ninguém no solo. O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local e encaminhou diversas viaturas de resgate e de combate a incêndio.


As residências no entorno do local onde aconteceu o acidente foram isoladas, devido ao risco. O governador Renan Filho (PMDB) e o secretário de estado da Segurança Pública, titular da pasta responsável pela aeronave, foram ao local.


"Tinham dois pilotos experientes [a bordo], dois tripulantes, todos militares. Estamos muito surpresos com o que aconteceu, mas vamos aguardar as investigações para determinar o que verdadeiramente aconteceu", afirmou o governador ao ressaltar que o Estado vai prestar total apoio às famílias das vítimas.


O coronel André, do setor de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros, afirmou que a aeronave, Falcão 02, estava em perfeitas condições e não tinha histórico de mau funcionamento. "Decolou do aeroporto e foi simplesmente fazer um patrulhamento. Dizer o que realmente aconteceu é muito preliminar", avaliou.


Ainda de acordo com o coronel, a aeronave era de 1992, mas estava em perfeitas condições. "O que importa são as condições da aeronave e as substituições das peças". Ele disse também que a perícia do acidente ficará a cargo da Aeronáutica.


A prefeitura de Maceió decretou luto oficial de três dias e designou o coordenador da Defesa Civil Municipal, Dinário Lemos, para ajudar nas demandas do governo acerca das investigações do acidente.


Também por causa do acidente, a Polícia Militar cancelou a programação referente ao 14º aniversário da Radiopatrulha, o programa Vem Ver a Banda Tocar, nas apresentações da próxima sexta-feira, 25, no Corredor Vera Arruda e no domingo, 27, na orla da Ponta Verde, além da participação da banda de música nos eventos externos até o dia 27.

Após mais de cinco horas de sessão, o Congresso encerrou a apreciação dos vetos presidenciais na madrugada desta quarta-feira, 23, sem votar um dos vetos mais importantes para o governo: o do reajuste do Judiciário.



CONGRESSO MANTÉM VETOS, E AINDA FALTA AVALIAR REAJUSTE DO JUDICIÁRIO


Após mais de cinco horas de sessão, o Congresso encerrou a apreciação dos vetos presidenciais na madrugada desta quarta-feira, 23, sem votar um dos vetos mais importantes para o governo: o do reajuste do Judiciário. A proposta de um reajuste de até 78% dos funcionários do Judiciário pode ter o impacto de R$ 36,2 bilhões nas contas públicas até 2019. A sessão foi interrompida por falta de quórum e não há prazo definido para que a votação seja retomada.


O governo conseguiu manter 26 dos 32 vetos presidenciais em sessão do Congresso que se estendeu pela madrugada. A principal vitória foi a manutenção do veto que tratava da flexibilização do fator previdenciário. Caso a adoção da regra 85/95 anos para o cálculo da aposentadoria fosse usada como alternativa ao cálculo do fator previdenciário haveria um impacto de R$ 135 bilhões para as contas do governo até 2035.


O Congresso manteve o veto que tratada da isenção do PIS/Cofins para óleo diesel, que impactaria até 2019 R$ 64,6 bilhões. As duas propostas foram votadas em bloco. "Já tivemos importantes vitórias”, disse o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE).


Resposta ao mercado


Na tentativa de aplacar o mercado no dia em que a agência de risco Fitch reuniu-se com a equipe econômica e o dólar atingiu o recorde histórico de R$ 4,05, o Palácio do Planalto decidiu mudar a estratégia e deflagrou uma operação para manter todos os 32 vetos presidenciais da pauta do Congresso Nacional. O governo que queria inicialmente adiar mais uma vez a sessão, preferiu ir para a votação, ofereceu cinco ministérios ao PMDB e até pediu apoio do PSDB para não derrubar os vetos. E, após uma sessão com mais de 5 horas de duração, a ação deu parcialmente certa.


O Palácio do Planalto temia que a aprovação das pautas-bomba dos vetos comprometesse o esforço de atingir a meta de superávit primário de 2016 de 0,7% do PIB. Com a manutenção dos vetos, o governo evitou um aumento das despesas públicas de pelo menos R$ 127,8 bilhões até 2019 e tenta passar um recado ao mercado de austeridade, mesmo após ter perdido o selo de bom pagador concedido pela agência Standard & Poor's e ter enviado inicialmente ao Congresso um orçamento deficitário para o próximo ano em R$ 30,5 bilhões.


O maior receio do governo era com a derrubada do veto da presidente Dilma Rousseff ao reajuste de até 78% aos servidores do Poder Judiciário. Até o fim da sessão, funcionários da carreira fizeram buzinaços do lado de fora do Congresso. Os protestos começaram durante o dia com servidores abordando parlamentares, fazendo "corredores-poloneses", para lhes cobrar o apoio.


A presidente Dilma e seus principais ministros envolveram-se pessoalmente nas negociações. Dilma conversou com os presidentes da Câmara, os peemedebistas Eduardo Cunha (RJ), e do Senado, Renan Calheiros (AL), e líderes partidários das duas Casas. Embora Cunha, Renan e o vice Michel Temer, que é presidente do PMDB, tenham dito que não iriam indicar nomes para a reforma ministerial, a bancada peemedebista da Câmara deve ficar com a Saúde e outro para uma pasta da área de infraestrutura, a do Senado dois ministros e o quinto ministro, um nome de consenso entre as bancadas das duas Casas.



Grécia


"O Brasil não pode evoluir para virar uma Grécia", disse o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE). "O governo dá uma demonstração que está rearrumando a Casa e dá mais solidez ao cenário político", disse o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ).


Os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), José Eduardo Cardozo (Justiça), Ricardo Berzoini (Comunicações), Edinho Silva (Comunicação Social) e o assessor especial Giles Azevedo fizeram a contagem dos votos necessários no Congresso, na tentativa de desarmar a pauta-bomba. Para derrubar qualquer um dos 32 vetos da pauta eram necessários o voto de pelo menos 257 deputados e 41 senadores conjuntamente. O governo centrou inicialmente esforços no Senado, Casa em que avaliava ter votos para manter os vetos, mas conseguiu um apoio também da Câmara. O corpo-a-corpo do governo entre os deputados ajudou nessa virada.


Cardozo procurou o senador tucano Aloysio Nunes Ferreira (SP) para pedir uma conversa com a bancada do partido a fim de evitar votos do partido a favor da pauta-bomba. O tucano declinou do convite, mas indicou que senadores do partido seriam favoráveis a manutenção dos vetos, o que de fato ocorreu como no caso do reajuste do Judiciário. O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), liberou a bancada para apreciar essa última proposta. O partido avaliou reservadamente não ser possível derrubar os vetos porque, se eventualmente vier a assumir o Palácio do Planalto, pegaria o País numa situação mais delicada.(A/E)
Quarta-feira, 23 de setembro, 2015

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

VIDEOMONITORAMENTO A NOVA VISÃO DA SEGURANÇA !




Aciolly de Melo
VIDEOMONITORAMENTO A NOVA VISÃO DA SEGURANÇA !

"A mesma modernidade que alterou as relações sociais entre as pessoas e destas com o espaço urbano, também proporcionou o surgimento de novas tecnologias de comunicação e informação, as quais voltam-se para a manutenção da ordem. 

O descontrole social, a falta de oportunidade e o crescente aumento populacional, foram alguns dos fatores que permitiram auferir aos grandes centros o nascimento do conceito sensação de segurança. No caso, sensação de insegurança, caracterizado pelo temor latente, independente do local onde a pessoa se encontra. O surgimento e a popularização dos sistemas de vídeo monitoramento é talvez o expoente desso novo conceito de uso da tecnologia na segurança . A captura de imagens e a vigilância constante de áreas, demonstra que é possível a utilização desse meio auxiliar no apoio ao combate ao crime, e atua inclusive como medida de prevenção, já que sua divulgação afasta e Inibe a prática de crimes nos locais monitorados.

A modernidade e a evolução tecnológica continuarão a reforçar o contingente de excluídos, já que as políticas públicas não são capazes de promover a adequação necessária e harmônica das pessoas à estrutura em constante transformação, no entanto, cabe aos profissionais e operadores do Sistema de Segurança Pública buscar no próprio avanço tecnológico as ferramentas para agregar eficácia e eficiência a prestação desse serviço.."
A parceria entre os poderes legislativo executivo,como também a integração das forças policiais vem trazendo melhorias através de ferramentas como as Câmeras de Videomonitoramento que já tem mostrado efeitos positivos na prevenção e elucidação de Crimes nas áreas Urbanas. Na região do Entorno de Brasilia Essa parceria e integração já é uma realidade. Estamos buscando a cada dia desempenhar nosso papel e fazer o melhor na prevenção e combate ao Crime e Com certeza em prazo recorde esse projeto será expandido em outras região pois o caminho a ser seguido é o uso de tecnologias e ferramentas que podem sim auxiliar no combate e prevenção a crimes. Quem ganha com isso é o cidadão de bem, o trabalhador e os empreendedores que tem investido para o progresso de nosso Povo Nossa Gente. http://sgtaciolly.blogspot.com.br/

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Cadela que vive em fórum amamenta filhote de gato em Goiás; veja vídeo Há sete meses cachorra apareceu no local e foi acolhida por servidores. Xuxa, como é chamada, passou a cuidar de felino abandonado,em Luziânia.



17/09/2015 07h10 - Atualizado em 17/09/2015 08h07

Cadela que vive em fórum amamenta filhote de gato em Goiás; veja vídeo
Há sete meses cachorra apareceu no local e foi acolhida por servidores.
Xuxa, como é chamada, passou a cuidar de felino abandonado,em Luziânia.



Do G1 GO








Uma cadela que vive no Fórum de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, adotou um filhote de gato que apareceu no local. Servidores flagraram a cachorra, chamada de Xuxa, amamentando o felino, que ainda nem recebeu nome (veja vídeo acima). O gato não sai do lado da nova “mãe”.
saiba mais
Mulher se arrisca ao atravessar rodovia para resgatar cadela; veja
Cachorro salva dono, mas acaba sendo picado por cobra, em Goiânia
Cães abandonados encontram abrigo em delegacia de Luziânia, GO

A veterinária Luíza Lucena disse ao G1 que a cadela pode realmente amamentar o felino. “É possível que ela comece a produzir leite só por estímulo do filhote. Depende do ciclo hormonal”, explica.

Lucena pondera que o leite pode não nutrir o felino. “Os leites são diferentes e a quantidade que ela vai produzir pode não ser o suficiente para o gato”, afirma.

Sem raça definida, a cadela apareceu no fórum há sete meses. Como estava magra e doente, funcionários passaram a cuidar dela e alimentá-la.

Servidora do fórum, Geraldinha Dutra conta que outra pessoa que trabalha no local tentou levar Xuxa para a residência dela, mas a cadela não quis. “Teve uma servidora que levou a cachorrinha para casa quando ela chegou aqui, só que ela ficou uma média de 15 dias na casa dessa servidora e voltou para cá”, conta Dutra.

Visitantes do fórum também se encantam com os animais. “O fórum é um local de resolver vários problemas e essa cachorra está sendo até uma distração para as pessoas que chegam e veem essa relação dessa cachorrinha com o gato”, diz a servidora.

Para o supervisor de segurança da unidade, Gileno Evangelista, a relação de Xuxa com o gato é um exemplo. “Essa gata, como se sentiu abandonada sem a mãe dela, e a cachorra estava próxima então acabou sendo adotada. Então isso é um exemplo até mesmo para os seres humanos”, afirma.
Gato não sai do lado de cadela que vive no Fórum de Luziânia (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
Cadela Xuxa foi adotada por funcionários do Fórum de Luziânia (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
fonte G1 DF

ACIOLLY ENTORNO SUL 190

sgtaciolly.blogspot.com/

Lula ensina como fazer o impeachment de Dilma - revivendo o passado

Adolescente diz que ouviu 'estalo' antes de gaiola de roda-gigante cair Garota e uma prima sofreram queda de 5 metros de altura e ficaram feridas. Elas se recuperam em casa; parque não tem alvará e foi interditado, em GO.



08/09/2015 07h49 - Atualizado em 08/09/2015 07h49

Adolescente diz que ouviu 'estalo' antes de gaiola de roda-gigante cair
Garota e uma prima sofreram queda de 5 metros de altura e ficaram feridas.
Elas se recuperam em casa; parque não tem alvará e foi interditado, em GO.



Do G1 GO
FACEBOOK










As duas adolescentes que ficaram feridas após caírem de uma roda-gigante em um parque de diversões em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, se recuperam das lesões em casa. Uma delas, a estudante Bárbara Helen Silva, de 15 anos, diz que ouviu um barulho estranho antes da gaiola cair. “Foi tão rápido que quando estalou deu mais uma rodada e a gente caiu”, disse. Sem alvará de funcionamento, o local foi interditado.

A outra vítima, Tamires dos Santos, de 14, diz que ainda sente dores. “Machuquei a minha boca, cortou meu queixo e o braço. Ainda sinto muita dor de cabeça, mas não me lembro de nada”, contou.


Uma testemunha, que não quis se identificar, disse que a gaiola caiu por levar peso superior ao suportado. “A cadeira estava subindo, mas ela estava com muito peso e começou a balançar. Quando ela estava lá no alto, tombou e caiu”.O acidente aconteceu na noite de sábado (5).As adolescentes, que são primas, sofreram uma queda de 5 metros depois que a gaiola em que estavam se desprendeu do brinquedo. Elas foram socorridas e encaminhadas ao Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, e receberam alta no domingo (6).

Irregularidades
Após o acidente, os bombeiros fizeram uma vistoria no local e constataram que, além da falta de alvará, o parque apresenta irregularidades na fiação elétrica e não possui extintores de incêndio. Sendo assim, o estabelecimento foi interditado.

“O proprietário do parque não procurou o Corpo de Bombeiros, com toda a documentação, para que fosse emitido o certificado de conformidade. Aí sim ele poderia estar atuando de forma legal”, afirmou o sargento Fernando Domingos.

Já a Prefeitura de Luziânia informou que o parque também não solicitou autorização da administração municipal para instalar os brinquedos. Os donos foram localizados e notificados para que a situação seja regularizada.

A família das adolescentes denunciou o caso à Polícia Civil, que deve fazer uma perícia no parque e a começar a ouvir testemunhas nesta terça-feira (8).

Pai de Bárbara, o motorista Gilson de Lima diz que está aliviado, mas acredita que o acidente poderia ter sido mais grave e pede providências. “A gente tem que agradecer pelo fato da minha filha e sobrinha terem sofrido apenas lesões. Mas não queremos que isso aconteça com outras pessoas”.
Gaiola de roda-gigante onde primas estavam, em Goiás (Foto: Jardely Pascoal/TV Anhanguera)

ACIOLLY ENTORNO SUL 190

sgtaciolly.blogspot.com/

Na Seleção de Dunga não tem espaço para Religião***‘Seleção não é lugar para religião’, avisa Dunga sobre culto no hotel***



‘Seleção não é lugar para religião’, avisa Dunga sobre culto no hotel
Treinador condenou a visita do pastor Guilherme Batista à concentração da equipe nos Estados Unidos e disse que manifestações religiosas estão vetadas

17/09/2015 às 12:15 - Atualizado em 17/09/2015 às 15:02
Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Google+Enviar por e-mailVer comentários (0)
Pastor Guilherme Batista divulgou imagens do culto religiosa dentro do hotel da seleção nos Estados Unidos(Reprodução/Instagram)

Durante a convocação da seleção brasileira para os primeiros jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2018 nesta quinta-feira, o técnico Dunga comentou sobre a presença de um pastor evangélico na concentração da equipe durante os últimos amistosos nos Estados Unidos. Dunga afirmou que o culto religioso realizado no hotel da seleção não foi autorizado pela CBF e que novas manifestações estão proibidas: "Respeitamos todas as religiões, mas seleção não é local de exposição religiosa ou política."

A confusão teve início quando o pastor Guilherme Batista exibiu imagens de sua visita à seleção brasileira em seus perfis nas redes sociais: ele agradeceu ao meia Kaká e ao zagueiro David Luiz pelo convite e posou com quase todos os atletas. Em outra ocasião, Batista tirou uma foto ao lado de Dunga, em um aeroporto, e escreveu uma legenda que enfureceu o treinador: "Café da manhã com o chefe aqui em Guarulhos."

"Eu estava em São Paulo, tomando café, e esse rapaz me pediu para tirar uma foto como torcedor, como faço sempre, sem problemas. Depois vi que ele postou como se eu fosse chefe dele, quis induzir algo. Na seleção, sempre aparecem pessoas querendo se aproveitar." Ele explicou que o culto aconteceu durante um momento de folga dos atletas, mas que a concentração não deveria ter sido utilizada.

"Não permiti o culto dentro do hotel. Temos uma sala onde os jogadores podem receber os familiares ou pessoas mais próximas. (...) O pastor estava nesse setor, mas não concordamos. Quando quero fazer o bem, não preciso divulgar. Já conversamos com os atletas e expusemos o nosso pensamento. Repito: respeito todas as religiões, mas ali não é o momento. Estamos representando nosso país e temos que nos concentrar no futebol."

Dunga disse que os jogadores já foram advertidos e que suas escolhas pessoais não interferem na convocação. "Não influencia em nada. Olhamos a parte física, tática e o comportamento. Não é por causa de um erro que vamos cortar a cabeça. Se o erro persistir, aí temos de tomar uma atitude."
"Café da manhã com o chefe". A foto do pastos Guilherme Batista que irritou Dunga(Reprodução/Instagram)
fontehttp://veja.abril.com.br/noticia/esporte/selecao-nao-e-lugar-para-religiao-avisa-dunga-sobre-culto-no-hotel

Supremo proíbe doação de empresas para campanhas eleitorais Dos 11 ministros, 8 entenderam que contribuição contraria Constituição. Dilma terá de decidir se veta ou sanciona lei que libera doação a partidos.



Supremo proíbe doação de empresas para campanhas eleitorais
Dos 11 ministros, 8 entenderam que contribuição contraria Constituição.
Dilma terá de decidir se veta ou sanciona lei que libera doação a partidos.


Renan RamalhoDo G1, em Brasília
FACEBOOK





O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (17), por 8 votos a 3, declarar inconstitucionais normas que permitem a empresas doar para campanhas eleitorais.

Com isso, perdem validade regras da atual legislação que permitem essas contribuições empresariais em eleições.

A decisão do STF não proíbe que pessoas físicas doem às campanhas. Pela lei, cada indivíduo pode contribuir com até 10% de seu rendimento no anterior ao pleito.







Ao final da sessão, o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, afirmou que a decisão valerá já a partir das eleições de 2016 e não invalida eleições passadas (veja no vídeo acima).

A decisão também dá à presidente Dilma Rousseff respaldo para vetar trecho de uma proposta recém-aprovada pelo Congresso Nacional que permite a doação de empresas para partidos políticos.
Chegamos a um quadro absolutamente caótico, em que o poder econômico captura de maneira ilícita o poder político."
Ministro Luiz Fux, relator da ação que pede o fim da doação de empresas para campanhas

Se a nova lei for sancionada sem vetos, outra ação poderá ser apresentada ao STF para invalidar o financiamento político por pessoas jurídicas.

No julgamento, votaram a favor da proibição o relator do caso, Luiz Fux, e os ministros Joaquim Barbosa, Dias Tofffoli e Luís Roberto Barroso (em dezembro de 2013); Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski (em abril do ano passado); além de Rosa Weber e Cármen Lúcia, que votaram nesta quinta.







A favor da manutenção das doações por empresas votaram somente Gilmar Mendes (em voto lido nesta quarta), Teori Zavascki, que já havia se manifestado em abril do ano passado, e Celso de Mello.

Na sessão desta quinta, Fux, como relator, relembrou seu entendimento sobre as doações por empresas, argumentando que a proibição levaria à maior igualdade na disputa eleitoral.

"Chegamos a um quadro absolutamente caótico, em que o poder econômico captura de maneira ilícita o poder político", afirmou na sessão.

Rosa Weber, por sua vez, argumentou que a influência do poder econômico compromete a "normalidade e a legitimidade das eleições".

"A influência do poder econômico culmina por transformar o processo eleitoral em jogo político de cartas marcadas, odiosa pantomima que faz do eleitor um fantoche, esboroando a um só tempo a cidadania, a democracia e a soberania popular", afirmou a ministra.
Entendo que não contraria a Constituição o reconhecimento da possibilidade de pessoas jurídicas de direito privado contribuírem mediante doações para partidos políticos e candidatos, desde que sob sistema de efetivo controle que impeça o abuso do poder econômico."
Ministro Celso de Mello, ao votar contra a proibição da doação de empresas

Ao votar, e citando a Constituição, Cármen Lúcia afirmou que o poder emana do povo. "Há uma influência que eu considero contrária à Constituição, é essa influência que desiguala não apenas os candidatos, mas desiguala até dentro dos partidos. Aquele que detém maior soma de recursos, é aquele que tem melhores contatos com empresas e representa esses interesses, e não o interesse de todo o povo, que seria o interesse legitimo", disse.

Apesar de já ter votado, Teori Zavascki complementou seu voto, no sentido de limitar as empresas que poderiam contribuir.

Para ele, deveriam ser impedidas aquelas que possuem contratos com a administração pública. Ele também propôs que, caso pudesse doar, a empresa escolhesse somente um dos candidatos que disputam determinado cargo.

Celso de Mello, o último a votar, entendeu, por sua vez, não haver incompatibilidade com a Constituição a doação por pessoa juridica, desde que não haja abuso de poder econômico.

Entendo que não contraria a Constituição o reconhecimento da possibilidade de pessoas jurídicas de direito privado contribuírem mediante doações para partidos políticos e candidatos, desde que sob sistema de efetivo controle que impeça o abuso do poder econômico", afirmou.

Nesta quarta, em longo voto, o ministro Gilmar Mendes se posicionou contra a proibição, argumentando que ela beneficiaria só o PT, prejudicando a disputa eleitoral. Ele argumentou que as doações privadas viabilizam uma efetiva competição eleitoral no país, já que, para ele, o PT não precisaria mais das contribuições, por ser financiado com desvio de dinheiro público.

Em nota, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Coêlho, saudou a decisão do Supremo.

“A partir de agora, os mandatos dos políticos pertencerão efetivamente a seus eleitores, e as empresas poderão se dedicar integralmente àquilo que sabem fazer de melhor: gerar empregos para a população”, disse.






Nova lei
Na semana passada, a permissão para que empresas doem a partidos políticos, porém não mais diretamente a candidatos, como atualmente.

Para valer e virar lei, no entanto, a regra ainda depende da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A decisão do STF de derrubar as doações por empresas não afeta diretamente a permissão dada pelo Congresso, mas, na prática, deverá invalidá-la no futuro.

Se a permissão dada pelo Legislativo for sancionada por Dilma, bastará que outra ação seja impetrada no STF para derrubá-la com base no novo entendimento do tribunal.

De outro modo, a própria presidente poderá vetar o trecho que permite as doações empresariais, com base no entendimento dos ministros.

Atualmente, o financiamento de campanha no Brasil é público e privado. Políticos e partidos recebem dinheiro do Fundo Partidário (formado por recursos do Orçamento, multas, penalidades e doações) e de pessoas físicas (até o limite de 10% do rendimento) ou de empresas (limitadas a 2% do faturamento bruto do ano anterior ao da eleição).
fontehttp://g1.globo.com/politica/noticia/2015/09/supremo-decide-proibir-doacoes-de-empresas-para-campanhas-eleitorais.html

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM