ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Novo presidente da Argentina e OEA fecham o cerco contra Maduro e suas fraudes na Venezuela

Novo presidente da Argentina e OEA fecham o cerco contra Maduro e suas fraudes na Venezuela

Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:



E agora Dilma? Vai deixar o Brasil do lado de Maduro, do Foro de São Paulo? Da Ditadura da corrupção que tanto veneram? Ou vai tomar um pingo de Juízo e cair fora desse antro, obedecendo a vontade da maioria dos brasileiros?

Tanto Maurício Macri, novo presidente da Argentina, quanto Luís Almagro, secretário Geral daOEA, ambos, respaldados por técnicos Norte-americanos, denunciam que as próximas eleições de dezembro de 2015, já estão fraudadas, em face das urnas venezuelanas que sempre favorecem, Nicolás Maduro e os seus co-partidários do falido Chavismo.

E VEJA ISSO: Declaração de Macri sobre Venezuela é recebida com preocupação em Brasília

Trechos de uma carta de Almagro a Peter Hakim, presidente de assuntos interamericanos que recentemente circula na Internet, dizem seguinte:


Que os únicos que tiveram a coragem de bater de frente e criticar Maduro são ex-presidentes ou ex-políticos, nenhum mandatário da atual conjuntura latino amercicana se atreveveu a dar um basta na tirania de Maduro, deixando claro que, de certa forma, são todos cúmplices.

Ainda...


Os poucos que têm a coragem de falar, comprovam que Maduro e seus comparsas tentam se agarram ao poder por meio de fraudes.

Almagro, também disse:


" Nenhuma revolução pode deixar as pessoas com menos direitos do que eles tinham, mais pobres em valores e princípios, mais desiguais perante os órgãos de justiça e de representação, mais discriminadas em face do seu pensamento ou de sua escolha política. Toda revolução significa mais direitos para mais pessoas" .

As críticas de Macri e Almagro se intensificaram depois que a OEA decidiu mandar um grupo de observadores para as eleições para a Assembleia Nacional, que ocorrerá em Dezembro na Venezuela, mas tendo essa comissão, sido barrada pelo lunático Maduro.

Contudo, segundo Almagro, isso não vai ficar assim, e a OEA deve ter ajuda dos EUA, e conta com a ajuda do Brasil, Argentina e Colômbia para poder entrar na Venezuela e acompanhar as eleições, combatendo implacavelmente as fraudes de Maduro, que são 'pedras cantadas' para Dezembro próximo. (Com informações de El Periodico Venezolano)

REVEJA: FBI descobre que Maduro usa parentes presos, como laranjas, para ocultar fortuna bilionária




COMENTE ESTE E OUTROS POSTS NA FAN PAGE OFICIAL NO FACEBOOK:www.facebook.com/fanpageoficialfolhacentrosul
Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM