ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

EM LUZIANIA ENTORNO DO DISTRITO FEDERAL Mãe sai e deixa bebê e duas crianças trancadas em casa por 7h, diz polícia Desnutrida, menina de 4 meses está internada em estado grave, em Goiás. Conselheiro tutelar conta que irmãs estavam em imóvel com fezes de galinha.

Mãe sai e deixa bebê e duas crianças trancadas em casa por 7h, diz polícia

Desnutrida, menina de 4 meses está internada em estado grave, em Goiás.
Conselheiro tutelar conta que irmãs estavam em imóvel com fezes de galinha.

Sílvio TúlioDo G1 GO
Três irmãs foram encontradas trancadas sozinhas dentro de casa, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Uma das crianças tem 7 anos, outra tem 2 anos e a mais nova, 4 meses de vida. Segundo a Polícia Civil, a mãe saiu e deixou as filhas na residência por cerca de 7 horas. A bebê está internada em estado grave com sinais de desnutrição.
As garotas foram localizadas no último sábado (12) após uma denúncia anônima. A PM e o Conselho Tutelar foram ao local e tiveram que arrombar a porta dos fundos do imóvel para entrar.


Dentro da residência, as crianças dividiam espaço com muita sujeira e lixo. "Quando entramos na casa, nos deparamos com fezes de galinhas e de crianças, além de duas crianças nuas", relatou o conselheiro tutelar Hudson Toledo.
A menina mais velha admitiu que a convivência com a mãe é difícil. Questionada se a mulher era uma boa mãe, ela respondeu: "Mais ou menos. Às vezes ela me bate". A menina disse ainda que já passou noites sozinha com as irmãs: "Ela falava que ia sair e não voltava à noite".
Mãe sai e deixa as 3 filhas pequenas trancadas em casa por 7h, diz polícia em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)O delegado que investiga o caso, Marcus Brener, afirmou que ouviu a mulher na segunda-feira (14). Segundo ele, durante o depoimento, a suspeita falou do caso com naturalidade e não escondeu que era negligente.
"Ela dizia que era esporádico, que saia para resolver algum assunto, comprar comida ou ir à escola das meninas. Ela se separou do pai das crianças há cerca de um mês e afirmou que, como não tinha dinheiro para pagar uma babá, deixava as filhas sozinhas", disse o delegado ao G1.
Brener revelou que chegou a pedir na Justiça a prisão da mulher, mas teve o pedido negado. "Para mim, houve uma tentativa de homicídio, na modalidade de omissão. Mas a Justiça considerou o caso como abandono e indeferiu o pedido. Mas vou juntar novos argumentos e insistir nessa tecla", explica.

Diante da situação, a mulher foi liberada após o depoimento. As duas crianças maiores estão em um abrigo à disposição do juizado da Infância e da Juventude. Já a bebê está internada em estado grave no Hospital Regional de Luziânia.
Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM