ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Homem é preso suspeito de estuprar duas filhas da ex-namorada, em GO Meninas contaram sobre os abusos à avó quando ele foi preso por outro crime. Ele nega estupro, mas delegada afirma que depoimentos 'não deixam dúvida'.


Homem é preso suspeito de estuprar duas filhas da ex-namorada, em GO
Meninas contaram sobre os abusos à avó quando ele foi preso por outro crime.
Ele nega estupro, mas delegada afirma que depoimentos 'não deixam dúvida'.
Vanessa MartinsDo G1 GO

A Polícia Civil apresentou nesta terça-feira (29) Deivson da Silva Araújo, de 33 anos, suspeito de estuprar as filhas da ex-namorada dele, de 12 e 14 anos, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Elas só tiveram coragem de contar sobre os abusos para a avó quando ele foi detido por outro crime. O homem nega ter estuprado as irmãs.

Conforme a titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), a delegada Ana Lívia Paiva, Araújo namorava a mãe das crianças e foi morar com a família no início de outubro. Elas contaram que, em menos de um mês, foram abusadas por três vezes.


No dia 27 de outubro, o suspeito foi preso por dirigir embriagado e atropelar uma mulher. Ele ficou detido por cerca de um mês. Nesse período, as vítimas contaram sobre os abusos à avó, que levou a denúncia para a DPCA no dia 19 de novembro.Segundo a polícia, ele despia e acariciava as vítimas. "Por duas vezes à noite, quando a mãe já estava dormindo, ele foi para a cama de uma delas, pegou nas partes íntimas delas, depois foi para a cama da outra adolescente e fez o mesmo. Uma terceira vez, quando a mãe não estava em casa, ele levou as vítimas para um matagal perto da casa delas e fez o mesmo", contou.

Conforme a investigadora, as menores estavam visivelmente abaladas. "Os relatos das duas mostraram violência psicológica nítida, foram muito convincentes, não resta dúvida. Ele ameaçava as vítimas, dizia que se elas contassem a alguém ele mataria toda a família delas. Ele já havia sido preso antes por furto e usava isso como forma de intimidar as garotas, deixando elas com medo”, contou a delegada.

Ainda segundo Ana Lívia, a mãe alegou que não sabia dos abusos. "Se for apurado que houve negligência ou conivência ela também pode ser indiciada”, esclareceu a delegada.

Desde a denúncia, as meninas foram morar com a avó. Ao sair da prisão, o suspeito voltou para a casa da mãe das garotas e exigiu a presença delas na residência. Na ocasião, a mulher terminou o relacionamento.

Após o mandado de prisão ser expedido, Araújo foi preso na noite de segunda-feira (28) na casa em que ele morava, em Aparecida de Goiânia, mas não admitiu o crime. “Sou inocente. Os familiares delas falavam que eu era ex-presidiário e trazia muito perigo para elas, mas minha relação com elas era normal”, alegou.

Araújo está preso temporariamente, mas será solicitada a prisão preventiva do suspeito. Ele responde pelos crimes de estupro e de estupro de vulnerável, já que uma das vítimas é menor de 14 anos. Segundo a delegada, se condenado, ele pode ficar detido entre 8 e 15 anos por cada um dos delitos.
Suspeito de estuprar duas adolescentes foi preso (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM