ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

domingo, 13 de março de 2016

Neta lamenta morte da avó por bala perdida em GO: 'Queria me proteger'

Neta lamenta morte da avó por bala perdida em GO: 'Queria me proteger'

Jovem diz que vítima a esperava no ponto de ônibus por medo da violência.
Lailma da Silva Vieira, 58, foi atingida por tiro na cabeça, ao lado do marido.

Do G1 GO
O corpo da dona de casa Lailma da Silva Vieira Amaral, de 58 anos, que morreu após ser atingida por bala perdida, foi enterrado neste sábado (12) no Cemitério Vale do Cerrado, emGoiânia. Ela foi morta enquanto esperava a neta chegar no ponto de ônibus. Segundo a família, Lailma fazia isso todos os dias com medo de que as netas, que moram com ela e o marido, fossem vítimas da violência.
“A primeira coisa que eu vi foi minha vó caida no chão sangrando, sem eu poder fazer nada Quantas pessoas inocentes vão ter que morrer pra ter que tomar alguma providência? Ela só queria me proteger”, disse emocionada a estudante de biologia, Larissa Silva.

Segundo a Polícia Militar, homens armados passaram atirando pela via pública e a vítima acabou ferida na cabeça. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu.
O crime aconteceu por volta das 23h de sexta-feira (11) na Avenida do Povo, principal via da Vila Mutirão, na capital.
Lailma estava ao lado do marido, o aposentado Gabriel Amaral Neto, de 77 anos, quando foi baleada. Ele conta que começou a ouvir os tiros e tentou avisar a mulher, mas não deu tempo. “Virei pra olhar pra ela e dizer pra ela que era tiro. Quando eu vi ela já tava caída. Ela caiu, ela deitou”, contou o idoso.
Netas da mulher que morreu atingida por bala perdida estavam inconsoláveis (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Netas de vítima de bala perdida estavam inconsoláveis em enterro (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Tiroteio
Segundo a PM, os atiradores estavam em um Chevrolet Monza vermelho e os alvos dos disparos eram membros de uma gangue rival que estavam em um bar. Porém, Lailma, que não tinha nenhuma ligação com criminosos, acabou atingida.
Além dela, um homem também teria sido baleado na perna. No entanto, os bombeiros dizem que ele não chegou a ser socorrido pela corporação e ele também não procurou a PM para registrar a ocorrência.
O corpo da mulher foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia no início da tarde deste sábado. Familiares, que estiveram no local, disseram à TV Anhanguera que Lailma estava embaixo da marquise de uma farmácia, bem em frente ao ponto de ônibus.A PM destacou que continua em busca dos suspeitos.
Segundo um morador, que não quis ser identificado, o tiroteio aconteceu entre pessoas envolvidas em uma disputa pelo tráfico de drogas na região. “Deve ter sido um acerto de conta aí. E aí uma pessoa inocente pagou pelo pecador”, afirmou o homem.
Mulher morreu após ser baleada em ponto de ônibus, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Mulher morreu após ser baleada em ponto de ônibus, em Goiânia(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

fonte G1 GOIAS
Postar um comentário

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM