ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI

OBRIGADO POR VOSSA VISITA***

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

ENTORNOSUL190 COM SGT ACIOLY***

PMDB negocia 'superbancada' no Senado Renan Calheiros, o atual líder do partido, e outras lideranças já acertaram a ida nomes para a legenda


PMDB negocia 'superbancada' no Senado
Renan Calheiros, o atual líder do partido, e outras lideranças já acertaram a ida nomes para a legenda






Foto: Agência Brasil
Lideranças do PMDB querem garantir a entrada de três senadores do PTB e do DEM no partido a fim de formar uma "superbancada" no Senado. A legenda, que já é a maior da Casa com 19 integrantes, poderá chegar a 22, caso consiga filiar os senadores Elmano Férrer (PTB-PI), Zezé Perrella (PTB-MG) e Davi Alcolumbre (DEM-AP).
Se isso acontecer, seria a maior bancada do PMDB desde a eleição de 1998, quando o partido chegou a ter 29 senadores. Há mais de dez anos, a legenda tem mantido a maior bancada do Senado, posição que lhe garante direito, conforme o critério da proporcionalidade partidária, a escolher primeiro os principais postos da Casa, como a presidência e o comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Do trio, a filiação tida como certa é a de Férrer, conforme antecipou o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o atual líder do partido, Eunício Oliveira (CE), e outras lideranças já acertaram a ida de Férrer para o partido. Ele já vinha sendo assediado pelos peemedebistas desde antes do julgamento do impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff. O voto dele chegou a ser contabilizado como a favor da condenação da petista. Contudo, ele votou por absolvê-la. A intenção é de que, na semana anterior ao retorno do recesso, a bancada faça um ato público de filiação.

Até lá, continuam as conversas para levar novos senadores para o partido. Um dos que já foram sondados é Lasier Martins (RS), que em dezembro deixou o PDT após ter contrariado a orientação partidária e votado a favor da PEC do Teto e do impeachment de Dilma. As negociações envolvem outros senadores, cujos nomes não têm sido divulgados para não atrapalhar eventuais acertos.

Minas

O partido tenta atrair também Perrella, o que garantiria um peemedebista senador em Minas, segundo maior colégio eleitoral do País. A negociação mais difícil é a de Alcolumbre, uma vez que ele derrotou, na eleição de 2014, um aliado do ex-presidente José Sarney, Gilvam Borges. No Senado, ao contrário do que ocorre na Câmara dos Deputados, um parlamentar que muda de partido não corre o risco de perder o mandato.
fonte ESTADÃO

Motorista morre após colidir com caminhão na BR-070, em Cocalzinho Segundo o Corpo de Bombeiros, carro capotou antes da colisão


Motorista morre após colidir com caminhão na BR-070, em Cocalzinho
Segundo o Corpo de Bombeiros, carro capotou antes da colisão
Do Mais Goiás

Foto: Corpo de Bombeiros
Um acidente envolvendo dois veículos deixou uma pessoa morta e outra ferida no início da manhã desta quarta-feira (18) na BR-070, entre o povoado de Edilândia e o distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o carro capotou na pista e colidiu frontalmente com o caminhao. O motorista do veículo de passeio veio a óbito no local.

Já o motorista do caminhão sofreu ferimentos leves e foi atendido pela equipe do Corpo de Bombeiros de Águas Lindas.
FONTE ÉMAISGOIAS

Gabriel ainda precisa de ajuda Criança e avó sobrevivem da venda de material reciclável recolhido na rua


Gabriel ainda precisa de ajuda
Criança e avó sobrevivem da venda de material reciclável recolhido na rua

Thaís Lobo

Do Mais Goiás


Foto: Polícia Militar

A vida do pequeno Gabriel, de 6 anos, começou a mudar a partir desta quarta-feira (17). Após policiais militares flagrarem a criança buscando materiais escolares em meio ao lixo reciclável, o caso ganhou repercussão e a família tem recebido a solidariedade de muita gente.

"Ele ganhou os cadernos, o material, mas faltava o uniforme. Hoje os policiais falaram que uma pessoa vai dar um uniforme para ele", comemora a avó da criança, Zilda Cândida Pereira Barbosa, de 67 anos, que confessa, com sinceridade, que não tinha dinheiro para comprar o material escolar do neto.

Dona Zilda conta que pegou Gabriel para criar com três dias de vida. Segundo ela, a mãe do menino era muito jovem e não cuidava direito dos filhos dela. O Conselho Tutelar já havia retirado uma criança da guarda da mãe e a avó tinha medo que o mesmo acontecesse com o neto. "Para o Conselho Tutelar não levar [ele] eu peguei ele para criar", lembra.

Apesar de ter cinco filhos, 12 netos e 1 bisneto, dona Zilda mora sozinha com Gabriel em uma casa humilde na Rua JA2, no Bairro Dom Miguel, em Rio Verde. Ela explica que sobrevive apenas do recolhimento de material reciclável da rua. "Não dá quase nada, mas o que a gente vive é disso. Graças a Deus dá para sobreviver", diz, orgulhosa de trabalho duro, mas honesto.

Há quatro meses a avó começou a receber uma renda de R$ 124 do Programa Bolsa Família, mas ainda assim as contas se acumularam. "Eu estou com duas [contas] de energia e duas de água para pagar. Já estão para cortar e ainda tem os alimentos, né?", relata a avó angustiada.

Quando questionada, Dona Zilda diz, um pouco envergonhada, que ainda precisa de ajuda. "Cesta básica a gente ainda precisa, né?".

Para ajudar a família, a avó disponibilizou o seu número de celular para contato: (64) 99288-4052.
http://www.emaisgoias.com.br/

#FalaGoiás Dupla do perigo: suspeitos presos por tráfico tinham submetra...

#FalaGoiás Perigo na escola: garoto de 16 anos apreendido vendia drogas ...

#FalaGoiás Perigo na escola: garoto de 16 anos apreendido vendia drogas ...

AS MAIS DOS ULTIMOS 30 DIAS

FOTOS ON LINE

ACIOLLYVERSATIL@HOTMAIL.COM